Petróleo e gás

Preços do petróleo e do gás caem com recuo do temor de um embargo europeu

A continuação do segundo maior exportador mundial no mercado permitiu que os preços se afastassem dos recordes alcançados nos últimos dias

Plataforma de Petróleo Plataforma de Petróleo  - Foto: Pixabay

Os preços do petróleo e do gás caíram acentuadamente nesta quarta-feira (9), pois os investidores consideram que diminui a ameaça de um embargo europeu aos hidrocarbonetos russos devido à invasão da Ucrânia pelo exército de Vladimir Putin.

A ideia de que o mercado europeu poderá continuar a contar com a oferta do segundo maior exportador mundial permitiu que os preços se afastassem dos recordes alcançados nos últimos dias. 

O barril de Brent do Mar do Norte, o petróleo de referência na Europa, operava em queda de 6,81% a 119,26 dólares às 13h40 de Brasília. Ao mesmo tempo, o US West Texas Intermediate (WTI) caía 5,71% a 116,64 dólares o barril.

A publicação de uma redução maior do que o previsto das reservas comerciais de petróleo nos Estados Unidos não conteve a queda dos preços, em um mercado que concentra suas atenções na Ucrânia.

Embora a União Europeia tenha estabelecido novas sanções contra a Rússia, descartou até o momento um embargo aos hidrocarbonetos russos, uma opção adotada pelos Estados Unidos, ou uma data fixa para o fim das importações, como o Reino Unido. 

Por sua vez, o gás natural TTF holandês, referência do mercado europeu, recuou 29%, a 152,50 euros por equivalente de megawatt/hora.

Veja também

Brasil e outros 121 países fecham acordo para incentivar investimentos externos
Acordo

Brasil e outros 121 países fecham acordo para incentivar investimentos externos

FMI recomenda que Milei proteja os setores mais pobres da Argentina
Argentina

FMI recomenda que Milei proteja os setores mais pobres