A-A+

Prefeitura de Ipojuca concede reajuste de 12% a servidores efetivos

Os servidores inativos também serão contemplados com o reajuste de 12%

Prefeitura de Ipojuca concede reajuste de 12% a servidoresPrefeitura de Ipojuca concede reajuste de 12% a servidores - Foto: Divulgação

A Prefeitura do Ipojuca concederá, nesta sexta-feira (26), reajuste de 12% aos seus servidores efetivos. O montante está acima dos aumentos já concedidos pelas prefeituras da Região Metropolitana do Recife e de municípios pertencentes a outros estados. O projeto foi enviado à Câmara dos Vereadores em 21 de março e sancionado pela prefeita no último dia 12. O reajuste contemplará 1.701 servidores efetivos e será retroativo ao mês de março de 2019. O impacto financeiro mensal sobre a folha de pagamento será de R$601.400,26.

Os servidores inativos também serão contemplados com o reajuste de 12%. Eles receberão no mês de maio, com a mesma garantia de receber retroativo a março deste ano. A prefeita do Ipojuca Célia Sales explicou que a medida é “um reconhecimento ao trabalho do servidor municipal proporcionando a eles mais tranquilidade e motivação para desempenhar suas funções”.

O secretário municipal de Administração Alexandre Cardoso informou que a negociação iniciada em 2018 não se concretizou no mesmo ano, mas culminou com os 12% concedido neste mês. “É um ganho para os servidores. Se comparamos com o reajuste dado pela gestão anterior, em 2016, que foi de apenas 3%, mostramos o quanto uma gestão organizada pode fazer a diferença. Estamos concedendo quatro vezes mais”, disse Alexandre Cardoso.

Leia também:
Operação mira traficantes de drogas que atuavam em Ipojuca e Feira Nova
Menina de 5 anos morre afogada em rio de Ipojuca 

PROFESSORES

Está tramitando, na Câmara dos Vereadores do Ipojuca, o projeto de lei que trata do reajuste salarial de 4,17% para professores municipais, outra parte dos servidores efetivos da gestão municipal. De acordo com o secretário de Educação Francisco Amorim, a Prefeitura remunera acima do piso nacional do professor e, em 2018, concedeu aumento acima dos 6%. “É uma decisão de governo a concessão deste aumento, uma vez que a obrigatoriedade da Lei 11.738/2008 é que se pague o piso nacional do professor. Temos feito mais que cumprir a lei. Além do reajuste, temos estabelecido políticas de valorização diárias como o investimento na formação continuada e outras ações”, disse Amorim.

OUTROS DADOS

Os reajustes concedidos por outros municípios aos efetivos (exceto professores):

- Recife: 1,81% (2018)

- Jaboatão: 4% (2018)

- Cabo: 4% (2018)

- Camaragibe: 6,81% (2018)

- Rio de Janeiro: 8,17% (2019)

Veja também

Pesquisa do BID revela otimismo entre exportadores da América Latina
Economia

Pesquisa do BID revela otimismo entre exportadores da América Latina

Não há possibilidade de racionamento em 2021, diz ONS
Economia

Não há possibilidade de racionamento em 2021, diz ONS