A-A+

Mercado de trabalho

Prefeitura do Recife e Porto Digital lançam programa para formação de profissionais de tecnologia

Serão ofertadas duas mil vagas em cursos gratuitos do setor

Lançamento do programa Embarque DigitalLançamento do programa Embarque Digital - Foto: Rafael Furtado/ Folha de Pernambuco

A formação de jovens na área de tecnologia será um grande objetivo para o Recife nos próximos anos. Na manhã desta terça-feira (14), a Prefeitura do Recife, em parceria com o Porto Digital, lançou o programa Embarque Digital.

A partir desta iniciativa, serão ofertadas duas mil vagas em cursos gratuitos do setor de tecnologia na capital pernambucana. Com investimento público na ordem de R$ 30 milhões, o Embarque Digital vai formar estudantes para ampliar a oferta de mão de obra qualificada no setor.

Já estão disponíveis, no aplicativo do Conecta Recife, 200 vagas para os cursos. A seleção será feita pela nota do Enem e do Sistema Seriado de Avaliação (SSA). Além disso, é preciso que o estudante tenha cursado, pelo menos, o Ensino Médio em escolas da rede pública.

Para esta primeira turma, as aulas vão ser iniciadas no dia 6 de outubro, com formato híbrido. As próximas vagas serão abertas semestralmente até 2024. 

No anúncio, a prefeitura informou que 50% das vagas serão destinadas para pessoas negras ou pardas, e que o critério, em caso de empate, é vagas com prioridade para mulheres.

Os cursos são de graduação superior e serão ministrados na Unicap, na Unit e no Senac, com duração de dois anos e meio. Na Unit e no Senac, o curso chama-se Análise de desenvolvimento de sistema. Já na Unicap, chama-se de Sistema para internet.

Durante o anúncio, o prefeito do Recife, João Campos, destacou a importância econômica do programa. “O Embarque Digital faz parte do programa Recife Virado, lançado na semana passada. É uma série de investimentos para desenvolver o Recife. Em tempo recorde conseguimos lançar o Embarque Recife, que celebrará em breve novos engenheiros, designers, programadores”, destacou Campos.

Segundo o secretário de Educação do Recife, Fred Amancio, haverá investimento de espaços no Porto Digital para o estudo. “Os alunos terão residência profissional em tecnologia desde o primeiro momento do curso. Vamos investir em espaço que será colocado dentro do Porto Digital. O programa vai fortalecer nossos jovens e as empresas do Recife”, frisou Amancio.

O presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, ressaltou que o mercado precisa dessas vagas. “Já temos vagas para isso no mercado. Os estudantes já vão sair pronto para o mercado de trabalho”.

Embarque DigitalEmbarque Digital

Veja também

Com faturamento de R$ 41 bi, mercado pet já vende mais que linha branca
Economia

Com faturamento de R$ 41 bi, mercado pet já vende mais que linha branca

Agenda social ainda é pilar frágil no agro mesmo com avanços
Agronegócio

Agenda social ainda é pilar frágil no agro mesmo com avanços