Prejuízo da Uber aumenta 190% no trimestre; receita com comida cresce

No primeiro trimestre de 2019, o prejuízo líquido foi de US$ 1,01 bilhão

Uber, aplicativo de transporteUber, aplicativo de transporte - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

A pandemia de coronavírus afetou a demanda por corridas da Uber, que reportou prejuízo de quase US$ 3 bilhões no primeiro trimestre deste ano (alta de 190%), mas ajudou a elevar a entrega de comida, dando maior equilíbrio ao caixa, divulgou a companhia em balanço nesta quinta-feira (7).?

No primeiro trimestre de 2019, o prejuízo líquido foi de US$ 1,01 bilhão. A receita total (US$ 3,5 bilhões) cresceu 14% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

Enquanto a receita de corridas cresceu apenas 2%, atingindo US$ 2,5 bilhões, o Uber Eats registrou aumento de 53%, com US$ 819 milhões.

Leia também:
TST suspende pagamento de benefício emergencial a motoristas da Uber e 99
Procon notifica iFood por 'golpe coronavírus' aplicado por entregadores


"Enquanto o negócio de corridas foi duramente afetado pela pandemia em curso, tomamos medidas rápidas a fim de preservar a força do nosso balanço, com foco em recursos adicionais no Uber Eats e na nossa preparação para qualquer cenário de recuperação", afirmou Dara Khosrowshahi, presidente-executivo da companhia.

Segundo ele, a empresa está "encorajada" pelos primeiros sinais de abertura em mercados onde atua.

"Nossa presença global e estrutura de custos altamente variável continuam sendo uma vantagem importante, pois nossa expectativa é de que a recuperação do negócios de corridas varie de acordo com a cidade e o país", disse.

Parte considerável do prejuízo se deu pela desvalorização de investimentos da empresa.

Nas últimas três semanas, as corridas cresceram, de acordo com executivos na apresentação dos resultados. A última semana registrou aumento de 12%.Em abril, a queda foi de 80%.

A empresa, que nunca lucrou, terá que adiar este momento mais uma vez. A expectativa era de Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) positivo no quarto trimestre deste ano, o que deve ser adiado em meses, não em anos, segundo a empresa.

As ações da Uber dispararam 11,2% nesta quinta-feira, cotadas a US$ 30,93. A alta no ano é de 4% e a empresa é avaliada pelo mercado financeiro em US$ 53 bilhões.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Brasil perde chance de combater sonegação via paraísos fiscais, diz secretária da OCDE
SONEGAÇÃO

Brasil perde chance de combater sonegação via paraísos fiscais, diz secretária da OCDE

Consumidor pode pagar mais R$ 3,6 bi na conta de energia para evitar apagão
CONTA DE LUZ

Consumidor pode pagar mais R$ 3,6 bi na conta de energia para evitar apagão