Economia

Presidente do BNDES é alvo de operação da PF sobre fundo dos Correios

Há suspeita, segundo a PF, de que uma organização criminosa estaria desviando recursos do fundo Postalis

Paulo Rabello de Castro, presidente do BNDESPaulo Rabello de Castro, presidente do BNDES - Foto: Tânia Rego/ABr/arquivo

O presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, é um dos alvos da operação da Polícia Federal sobre prejuízos sofridos pelo fundo de pensão dos Correios, o Postalis. Ele foi alvo de condução coercitiva para depor.

Rabello de Castro é dono da agência de classificação de risco SR Rating, da qual se afastou após assumir o cargo atual. A empresa foi contratada pelo Postalis para fazer avaliação econômica e financeira de negócios agora considerados suspeitos.

Leia também:
PF deflagra operação em 4 Estados contra fraudes no Postalis
Caixa suspende empréstimos a Estados e BC revisará normas bancárias
BNDES confirma pedido ao Banco Central para emitir Letras de Crédito Imobiliário


Ele foi signatário de relatórios que embasaram decisões de investimentos, segundo investigadores. A PF investiga operações financeiras realizadas pelo Postalis. Há suspeita, segundo a PF, de que uma organização criminosa estaria desviando recursos do fundo.


Veja também

Entrega de declarações do Imposto de Renda 2022 ultrapassa 22 milhões
Receita Federal

Entrega de declarações do Imposto de Renda 2022 ultrapassa 22 milhões

Contas públicas ficam positivas em R$ 4,3 bi em março, diz BC
Banco Central

Contas públicas ficam positivas em R$ 4,3 bi em março, diz BC