Prévia da inflação oficial é de 0,58% em outubro

Com resultado da prévia, IPCA anota taxas de 3,83% no ano e de 4,53% em 12 meses, acima dos 4,28% acumulados em 12 meses até setembro

Alimentos, que registraram queda de preços de 0,41% na prévia de setembro, tiveram inflação de 0,44% em outubroAlimentos, que registraram queda de preços de 0,41% na prévia de setembro, tiveram inflação de 0,44% em outubro - Foto: Tânia Rego / Agência Brasil

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que mede a prévia da inflação oficial, registrou alta de preços de 0,58% em outubro. A taxa é superior ao 0,09% de setembro e ao 0,34% de outubro de 2017. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com o resultado da prévia, o IPCA anota taxas de 3,83% no ano e de 4,53% em 12 meses, acima dos 4,28% acumulados em 12 meses até setembro. Os grupos que mais contribuíram para o aumento do IPCA-15 de setembro para outubro foram alimentação e transportes.

Os alimentos, que tinham registrado deflação (queda de preços) de 0,41% na prévia de setembro, passaram a ter uma inflação de 0,44% na prévia de outubro. O resultado foi influenciado pela alta nos preços de alimentos como tomate (16,76%), frutas (1,90%) e carnes (0,98%).

Leia também:
Alta no preço da gasolina eleva o IPCA
Mercado projeta inflação em 4,44% para este ano


Já a inflação dos transportes subiu de 0,21% na prévia de setembro para 1,65% na prévia de outubro, por causa principalmente da gasolina, que teve o maior impacto individual do IPCA-15 com um aumento de preços de 4,57%.

Veja também

Procon-PE notifica 20 concessionárias da Ford em Pernambuco
Defesa do consumidor

Procon-PE notifica 20 concessionárias da Ford em Pernambuco

Salariômetro: reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro
ANÁLISE

Reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro