Procon autua Extra por cobrança diferenciada de produtos

Estabelecer preços diferentes para pagamento em cartão é proibido pelo Código do Consumidor

Joselito Kehrle do Amaral e Vanildo MaranhãoJoselito Kehrle do Amaral e Vanildo Maranhão - Foto: Arquivo FolhaPE

O Procon-PE autuou, na tarde desta terça-feira (11), o supermercado Extra, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife. O estabelecimento praticava cobrança diferenciada dos produtos para pagamentos em cartão.

Produtos como tapioca, açúcar, café e ovo eram alguns dos que estavam no encarte da empresa, sendo oferecidos com preços diferenciados caso fossem comprados no cartão Extra. A prática infringe o Código de Defesa do Consumidor, que proíbe a cobrança de preço diferenciado para pagamento à vista em relação ao pagamento com cartão de crédito rotativo ou de débito.

No local, também foram encontrados produtos sem precificação, como bolachas, biscoitos e torradas. O Procon alerta que, se o consumidor presenciar a prática, deve denunciar ao órgão para que a fiscalização vá até o local.

Na última segunda-feira (10), o órgão já havia autuado o Hiper Bompreço de Casa Forte pela mesma prática ilícita. 

Veja também

BNDES disponibiliza R$5 bi para micro, pequenas e médias empresas
Economia

BNDES disponibiliza R$5 bi para micro, pequenas e médias empresas

Investidores buscam oportunidades no Brasil com pandemia e juro baixo
Economia

Investidores buscam oportunidades no Brasil com pandemia e juro baixo