Procon identifica diferença de até 655% em preços de produtos em Noronha e na RMR

Fiscais do órgão de defesa do consumidor passaram por oito estabelecimentos na ilha

Fiscalização em estabelecimentos de NoronhaFiscalização em estabelecimentos de Noronha - Foto: Divulgação/Procon-PE

Pesquisas do Procon-PE identificaram diferença de até 655% nos preços de produtos vendidos em Fernando de Noronha e na Região Metropolitana do Recife (RMR). A comparação é no quilo do melão, vendido a R$ 12 na ilha e a R$ 1,59 no continente.

Os levantamentos, cujos resultados foram divulgados nessa segunda-feira (30), foram encomendados pela Administração do Arquipélago e comparou itens da cesta básica e laticínios, frutas, verduras e bebidas. Os fiscais do órgão de defesa do consumidor passaram por oito estabelecimentos na ilha.

Leia também:
Operação encontra aves mortas e galos feridos em Noronha
Aventura solitária entre céu e mar
Um tripulante nada CÃOvencional na Refeno 2019


Alguns produtos chegaram a diferença de 200% em mercados de Noronha. O abacaxi, por exemplo, pode ser encontrado a R$ 5 e R$ 15. Já o absorvente é vendido de R$ 3,50 a R$ 9,99. O quilo do tomate pode ser encontrado por R$ 8,28 e por R$ 20,00, uma diferença de 141,55%. O achocolatado possui uma diferença percentual de 100%, o menor valor é de R$ 2,00 e o maior de R$ 4,00. Já nas bebidas alcoólicas um whisk, apresenta uma diferença de 58,72%.

Segundo o Procon-PE, o consumidor terá como localizar onde encontrar um produto mais barato. O acesso à pesquisa pode ser solicitado através do e-mail [email protected] ou na unidade do Procon de Noronha, que fica localizado BR-363, no Centro de Geração de Renda, ao lado da Escola Estadual de Fernando de Noronha.

Veja também

Bolívia propõe perdão da dívida externa diante da crise
Coronavírus

Bolívia propõe perdão da dívida externa diante da crise

Mobilidade urbana: maioria defende incentivo ao transporte coletivo
Transporte

Mobilidade urbana: maioria defende incentivo ao transporte coletivo