Economia

Queda do PIB pode ser maior que 5% em 2020, afirma secretário do Tesouro

A projeção oficial do Ministério da Economia, divulgada na semana passada, é de uma queda de 4,7%

Mansueto Almeida, secretário do Tesouro NacionalMansueto Almeida, secretário do Tesouro Nacional - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta terça-feira (19) que a economia brasileira pode registrar uma retração superior a 5% neste ano. A projeção oficial do Ministério da Economia, divulgada na semana passada, é de uma queda de 4,7%.

A queda do PIB (Produto Interno Bruto) estimada pelo secretário está em linha com a do mercado. Os analistas projetam uma queda de 5,12% do PIB em 2020, conforme previsões compiladas pelo boletim Focus (do Banco Central) e divulgadas na segunda (18).

Leia também:
PIB caiu 1,2% no primeiro trimestre do ano
Governo vai revisar projeção do PIB de 2020 para queda de 4% a 5%


A retração da economia vai contribuir para um nível maior do índice de endividamento brasileiro, mas o secretário diz que mais importante que os números de 2020 ou 2021 é a trajetória da dívida pública para os anos seguintes.

Por isso, Mansueto defende o compromisso com o ajuste fiscal após a crise e a retomada da agenda de reformas.

Mesmo assim, ele acredita que a reforma tributária não será aprovada neste ano. Há um consenso em torno da necessidade de mudanças, acredita, mas não quando a discussão se volta aos detalhes dessas alterações.

Veja também

Camex torna definitivo corte de 10% de tarifa comum do Mercosul
Mercosul

Camex torna definitivo corte de 10% de tarifa comum

Pró-Leite Pernambuco vai qualificar produtores no Sertão do Araripe
Agronegócio

Pró-Leite Pernambuco vai qualificar produtores no Sertão do Araripe