Queima de gás

Queima de gás atinge maior nível desde 2019, aponta Banco Mundial

Com o aumento da queima, foram emitidas mais 23 milhões de toneladas de dióxido de carbono

Petróleo Petróleo  - Foto: Divulgação/Petrobras

A queima de gás aumentou em 9 bilhões de metros cúbicos (bmc) no mundo em 2023, a 148 bmc, o maior nível desde 2019, afirma o Banco Mundial em relatório divulgado nesta quinta-feira, 20.

Com o aumento da queima, foram emitidas mais 23 milhões de toneladas de dióxido de carbono na atmosfera, o equivalente ao produzido por cinco milhões de carros movidos a gasolina em um ano.

De acordo com o diretor do Banco Mundial para a Prática Global de Energia e Extrativos, Demetrios Papathanasiou, caso essas emissões fossem capturadas e utilizadas para o aperfeiçoamento de energias menos poluentes, seria possível gerar até mesmo o dobro de eletricidade que é fornecida à África Subsaariana atualmente.
 

Veja também

Auxílio Reconstrução: governo suspeita de 300 mil fraudes em pedidos
BENEFÍCIO

Auxílio Reconstrução: governo suspeita de 300 mil fraudes em pedidos

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta
CERTAME

Inscrição para concurso da Justiça Eleitoral termina na próxima quinta

Newsletter