aplicativo

Quem será o novo dono do TikTok nos EUA? Bilionário do setor imobiliário vai tentar comprar o app

Com o apoio do criador da www, Frank McCourt é um crítico das big techs e diz que venda do aplicativo no mercado americano será "a aposta do povo"

TiktokTiktok - Foto: Solen Feyissa/Flickr

Frank McCourt, um bilionário do mercado imobiliário americano, planeja formar um consórcio de investidores para comprar as operações nos EUA do TikTok. McCourt, que é CEO da McCourt Global e foi dono do time de beisebol Los Angeles Dodgers, surge assim como um azarão para o futuro ainda incerto da rede social chinesa.

Uma lei aprovada pelo Congresso americano e sancionada pelo presidente Joe Biden no mês passado determinou que a chinesa ByteDance, dona do TikTok, vendesse as operações da rede social nos EUA. A lei determina que o aplicativo corte por completo seus laços com a China, sob pena de ser banido do mercado americano.

A avaliação dos legisladores é que as ligações do TikTok com Pequim põe em risco a segurança e a privacidade de dados de cidadãos americanos, o que a ByteDance nega. A empresa foi à Justiça nos EUA contra a nova lei.

Analistas estimam que os ativos do TikTok nos EUA valem entre US$ 35 bilhões e US$ 40 bilhões. Além de Frank McCourt, outros nomes já sinalizaram interesse pelo app. O ex-secretário do Tesouro dos EUA, Steve Mnuchin, disse que estava "muito interessado" no aplicativo, e Eric Schmidt, ex-CEO do Google, disse que também considerou uma proposta no passado.

O valor elevado do negócio torna difícil traçar cenários e, por isso, McCourt aparece como um azarão - não está claro como ele vai levantar os recursos.

O bilionário é um crítico das big techs e lançou em 2021 uma iniciativa, chamada Projeto Liberdade, com o objetivo declarado de enfrentar a Meta - dona do Facebook e do Instagram - e outros gigantes da internet. Ele já doou US$ 500 milhões para essa iniciativa desde então.

"Vemos esta potencial aquisição (do TikTok) como uma oportunidade incrível para catalisar uma alternativa ao modelo de tecnologia atual que colonizou a internet", disse McCourt em comunicado nesta quarta-feira.

O comunicado afirma que a proposta pelo TikTok pode ser a grande "aposta do povo" na internet.

O bilionário afirma estar trabalhando com o banco de investimentos Guggenheim Securities, o escritório de advocacia Kirkland & Ellis, além de acadêmicos e tecnólogos, para formar o consórcio, que também tem o apoio do físico britânico Tim Berners-Lee, conhecido como o pai da internet por ter criado a plataforma World Wide Web (www).

Veja também

Confira as dezenas sorteadas do prêmio de R$ 47 milhões da Mega-Sena
LOTERIA

Confira as dezenas sorteadas do prêmio de R$ 47 milhões da Mega-Sena

Cade analisa se parceria entre Gol e Azul precisa ser submetida ao órgão
Parceria

Cade analisa se parceria entre Gol e Azul precisa ser submetida ao órgão

Newsletter