Economia

R$ 1,4 bilhão para concluir Transnordestina

O grande impasse tem a ver com o valor da obra, ainda uma incógnita para o TCU

Governo vai aportar mais de R$ 1,4 bi para concluir o projeto, que tem dez anos de atrasoGoverno vai aportar mais de R$ 1,4 bi para concluir o projeto, que tem dez anos de atraso - Foto: Hesíodo góes/arquivo folha

 

O governo concordou em aportar mais de R$ 1,4 bilhão para concluir a Ferrovia Transnordestina. Em atraso há dez anos, os recursos serão usados nos próximos três anos, conforme noticiou o jornal Estado de São Paulo. A CSN, sócia privada da ferrovia, promete colocar mais R$ 1,8 bi até 2021, quando a ferrovia deveria ser entregue.

Ainda de acordo com a publicação, a proposta financeira foi apresentada pela Transnordestina Logística S/A, o braço da CSN. Como a obra é alvo de uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), que mandou paralisar os repasses do governo na semana passada, o governo concordou com os novos aportes, mas com uma condição: eles só serão feitos se a empresa cumprir as condições impostas em janeiro de 2016 pelo TCU.
O grande impasse tem a ver com o valor da obra, ainda uma incógnita para o TCU. Por isso, exige que seja realizado um novo estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental. Só a partir disso é que saberemos, afinal, quanto a TLSA aportará no projeto.

 Até agora, a obra já consumiu pelo menos R$ 6,3 bilhões, sendo aproximadamente 80% de recursos públicos. O governador Paulo Câmara tem reunião se reúne hoje com ministros e governadores do Ceará e do Piauí, para discutir sobre a Transnordestina. O encontro será em Brasília.

 

Veja também

Presidente descarta taxar compra por meio de aplicativos estrangeiros
Taxas de importação

Presidente descarta taxar compra por meio de aplicativos estrangeiros

Especialista dá dicas para escolher um celular 5G
Tecnologia e Games

Especialista dá dicas para escolher um celular 5G