Receita desacelera, mas tem melhor setembro em cinco anos

A expansão de setembro é a menor desde março (quando houve queda na arrecadação)

ArrecadaçãoArrecadação - Foto: Pixabay

As receitas federais cresceram 0,06% em setembro, para R$ 113,9 bilhões. O percentual representa uma desaceleração em relação a meses anteriores.

O número interrompe um movimento de aceleração que vinha sendo observado a partir de julho. Naquele mês, o crescimento foi de 2,95%. Em agosto, subiu para 5,67%. A expansão de setembro é a menor desde março (quando houve queda na arrecadação).
Apesar disso, o volume arrecadado em setembro é o maior para o mês em cinco anos (já considerando a série atualizada pela inflação).

Leia também:
Receita paga restituições do 5º lote do Imposto de Renda 2019
Bancos ganham mais com cartão de crédito após BC limitar receita no débito
Receita Federal envia cartas a cerca de 330 mil contribuintes


No acumulado do ano, o crescimento é de 2,15%, para R$ 1,129 trilhão. Nesse caso, o volume arrecadado também é o maior em cinco anos (também considerando a série atualizada pela inflação).

Veja também

Boeing terá que inspecionar todos os seus 737 mais antigos nos EUA
Aviação

Boeing terá que inspecionar todos os seus 737 mais antigos nos EUA

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial
Economia

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial