Regras para pequenos produtores de laticínios, ovos e mel são flexibilizadas

As regras, que serão publicadas amanhã (15), são voltadas para estabelecimentos com área de até 250 metros quadrados

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento vai flexibilizar as regras que orientam a produção de laticínios, ovos e mel por pequenos produtores. Uma instrução normativa foi assinada nesta terça-feira (14) pelo ministro Blairo Maggi, com o objetivo de estimular a criação e a formalização de agroindústrias familiares.

As regras, que serão publicadas amanhã (15), são voltadas para estabelecimentos com área de até 250 metros quadrados. “A medida é para a indústria quase artesanal, formada por milhares de produtores, que só precisavam de oportunidade para crescer”, explicou o ministro.

Segundo o ministério, a mudança vai adequar as exigências de equipamentos e de instalações para essas pequenas agroindústrias, sem abrir mão de parâmetros higiênicos e sanitários, preservando a segurança dos alimentos e a saúde pública.

Alguns exemplos de flexibilização são a dispensa de equipamentos como resfriadores, tanque de estocagem e equipamentos para pasteurização rápida, em situações específicas. No caso da utilização de leite proveniente somente da produção própria, é dispensado o laboratório. Pelas novas regras, as instalações podem ser anexadas à residência, desde que tenham acessos independentes.

Veja também

Câmara acelera tramitação de projeto que quebra monopólio dos Correios
Economia

Câmara acelera tramitação de projeto que quebra monopólio dos Correios

Governo avalia criar regime especial de compensação de banco de horas durante pandemia
Mercado de Trabalho

Governo avalia criar regime especial de compensação de banco de horas durante pandemia