Renda per capita cai em 6 Estados do país em 2017, segundo IBGE

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (28) pelo IBGE, e medem a renda per capita por domicílio dos Estados brasileiros, sem fazer correções pela inflação

Melhoria no mercado de trabalho para próximos anos é aposta para crescimento econômico Melhoria no mercado de trabalho para próximos anos é aposta para crescimento econômico  - Foto: Arquivo/Agência Brasil

A renda domiciliar per capita dos brasileiros foi de R$ 1.268 em 2017, 3,43% maior que no ano anterior, segundo o IBGE.

O desempenho, porém, tem variações por Estado. Em seis deles, houve redução: São Paulo (-0,64%), Pernambuco (-2,29%), Rio Grande do Norte (-8,05%) Roraima (-5,81%), Sergipe (-5,01%) e Alagoas (-0,60%).
Em outros, há crescimento, mas abaixo da inflação medida pelo IPCA, que foi de 2,9% em 2017. É o caso, por exemplo, do Rio de Janeiro (1,12%) e Mato Grosso do Sul (0,62%).

Leia também: 
Receita espera receber 28,8 milhões de declarações de Imposto de Renda este ano
Renda dos mais ricos cresceu acima da inflação durante a crise

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (28) pelo IBGE, e medem a renda per capita por domicílio dos Estados brasileiros, sem fazer correções pela inflação.
O desempenho geral ficou bastante abaixo daquele registrado no ano anterior, quando a média nacional avançara 10,1% em relação a 2015, e apenas um Estado tivera retração do valor.

Entre as unidades federativas, 19 ficaram abaixo da média nacional, e 15 delas registraram renda abaixo do salário mínimo do país.
A diferença entre Estados é grande: a receita per capita no Distrito Federal supera em mais de quatro vezes a renda média do morador do Maranhão.

Veja também

Fusão de PIS e Cofins eleva carga em relação ao PIB
Economia

Fusão de PIS e Cofins eleva carga em relação ao PIB

20% das normas federais desde a Constituição são tributárias
Economia

20% das normas federais desde a Constituição são tributárias