Rolls-Royce anuncia que vai demitir 4.600 funcionários

Grupo industrial britânico vai demitir funcionários com objetivo de economizar 400 milhões de libras por ano

Motos de avião Rolls-RoyceMotos de avião Rolls-Royce - Foto: Paul Ellis / POOL/ AFP

O grupo industrial britânico Rolls-Royce anunciou nesta quinta-feira (14) que vai demitir 4.600 funcionários até 2020, principalmente no Reino Unido, com o objetivo de economizar 400 milhões de libras (535 milhões de dólares) por ano.

A Rolls-Royce, fabricante de motores de aviões e uma das principais fornecedoras para Boeing e Airbus, presente também na indústria militar e na indústria de energia, passa por dificuldades há vários anos e já adotou vários planos de reestruturação.

Leia também:
Produtora de laticínios Mococa fecha fábrica e demite 157
Programa para setor automotivo vai abater imposto de híbridos e elétricos


O plano apresentado nesta quinta-feira (14) pretende "reduzir os níveis de hierarquia e sua complexidade" com o objetivo de "criar uma organização mais simples, mais dinâmica e mais saudável, com responsabilidades mais claras, uma produtividade maior e tomada de decisões mais rápidas", afirma o grupo em um comunicado. A Rolls-Royce tem 55.000 funcionários em quase 50 países, incluindo 20.000 engenheiros.

Veja também

Idosos vacinados planejam retomar hábitos de consumo
Consumo

Idosos vacinados planejam retomar hábitos de consumo

Burocracia freia os negócios
Burocracia

Burocracia freia os negócios