Pedágios

Rota do Atlântico e dos Coqueiros com nova administração

Monte Rodovias vai gerir as vias pedagiadas locais e planeja novos investimentos em Pernambuco

Pedágio na Rota do AtlânticoPedágio na Rota do Atlântico - Foto: Paullo Allmeida / Folha de Pernambuco

A holding de infraestrutura administrada pelo Fundo de investimentos Monte Equity Partners, Monte Rodovias, passou a administrar as concessionárias Rota do Atlântico (CRA) e Rota dos Coqueiros (CRC) em Pernambuco. A decisão foi tomada em um encontro virtual com o governador Paulo Câmara na última terça-feira, onde foi apresentado um plano de ação que prevê elevar o desempenho das operações, reforçar a relação com o governo e tocar o planejamento de avançar com novos investimentos em infraestrutura em áreas ainda não exploradas pela empresa.

A Monte Rodovias tornou-se gestora da concessionária Rota do Atlântico (CRA) e da concessionária Rota dos Coqueiros (CRC) após a conclusão da aquisição das participações das Odebrecht Rodovias S.A (OTP) e da Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A (Invepar) na CRA e das participações da OTP e do Grupo Cornélio Brennand na CRC.

O fundo que controla a Monte Rodovias foi criado no ano de 2014, e os ativos e investimentos realizados somam cerca de R$ 300 milhões, antes da aquisição das concessionárias CBN, CRA e CRC.

A Rota do Atlântico e Rota dos Coqueiros somam em receita líquida e acessória um montante na ordem de R$ 70 milhões e empregam diretamente mais de 220 pessoas e mais 930 de forma indireta. A primeira, tem uma movimentação média diária superior a 15 mil veículos por dia. Já a Rota dos Coqueiros, é a primeira Parceria Público-Privada (PPP) celebrada com o Governo de Pernambuco e a primeira PPP de rodovias no Brasil e liga os municípios de Jaboatão dos Guararapes e ao Cabo de Santo Agostinho.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, o investimento em infraestrutura sendo bem feito, pode contribuir com o desenvolvimento de várias regiões do Estado. “Temos trabalhado bastante na criação e validação de bons projetos de infraestrutura, para que as parcerias com setor privado aconteçam de forma que seja um bom negócio para a empresa, mas, principalmente que a função social dos projetos seja atendida, respeitando o meio ambiente”, destacou.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto, a Monte Rodovias já demonstrou interesse em realizar futuros investimentos no Estado, ampliando a sua atuação.

“Isso é um sinal positivo porque é um grupo novo, um fundo de investimentos que adquiriu as duas concessões daqui. Eles manifestaram manifestar interesse em participar de novos projetos que o estado está estruturando, como o de algumas rodovias estaduais, rodovias federais que cortam o estado, e o Arco Metropolitano Norte. Apresentamos nossa carteira e eles demonstraram interesse em participar dos processos”, disse Marcelo. 

Veja também

Governo finaliza reforma do IR sem cumprir promessa eleitoral de Bolsonaro
Economia

Governo finaliza reforma do IR sem cumprir promessa eleitoral de Bolsonaro

Saúde puxa alta do emprego em serviços com avanço da pandemia
Trabalho

Saúde puxa alta do emprego em serviços com avanço da pandemia