Ministério da Economia

Secretários de Guedes pedem demissão após proposta de drible ao teto

A pasta atribui os pedidos de demissão a "razões de ordem pessoal"

O ministro da Economia, Paulo GuedesO ministro da Economia, Paulo Guedes - Foto: EDU ANDRADE/Ascom/ME

Leia também

• Manobra que muda teto de gastos abriria mais de R$ 80 bi no orçamento em ano eleitoral

• Inflação provoca alta de 14,2% na busca por crédito, aponta Serasa

• FMI: América Latina pode 'demorar muitos anos' para superar impacto da Covid-19

O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de seus cargos ao ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira (21), informou a pasta.

Em nota divulgada no início da noite desta quinta, o ministério disse ainda que também deixarão os cargos a secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo.

A pasta atribui os pedidos de demissão a "razões de ordem pessoal". Segundo o órgão, as solicitações dos subordinados de Guedes foram feitas de modo a permitir que haja um processo de transição e de continuidade.

"A decisão de ambos é de ordem pessoal. Funchal e Bittencourt agradecem ao ministro pela oportunidade de terem contribuído para avanços institucionais importantes e para o processo de consolidação fiscal do país", diz o ministério.

Leia a íntegra da nota do Ministério da Economia:

"Nota à imprensa
O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de seus cargos ao ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira (21/10).

A decisão de ambos é de ordem pessoal. Funchal e Bittencourt agradecem ao ministro pela oportunidade de terem contribuído para avanços institucionais importantes e para o processo de consolidação fiscal do país.
A secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo, também pediram exoneração de seus cargos, por razões pessoais.

Os pedidos foram feitos de modo a permitir que haja um processo de transição e de continuidade de todos os compromissos, tanto da Seto quanto da STN."

Veja também

Plataforma “Agilize” facilita o atendimento ao contribuinte em dívida ativa com a PGE-PEPGE-PE

Plataforma “Agilize” facilita o atendimento ao contribuinte em dívida ativa com a PGE-PE

Décimo terceiro deve injetar R$ 232,6 bi na economia; primeira parcela é paga nesta terça (30)13º SALÁRIO

Décimo terceiro deve injetar R$ 232,6 bi na economia; primeira parcela é paga nesta terça (30)