Segunda etapa da Adutora do Moxotó deve começar em dezembro

Previsão é que a obra deve estar concluída em março de 2018

Capa  18/10/2017Capa 18/10/2017 - Foto: Capa 18/10/2017

 

Foi publicado no Diário Oficial do Estado de segunda-feira (31), o edital de licitação para a construção da segunda etapa da Adutora do Moxotó, que tem a missão de regularizar o abastecimento de água para 325 mil pessoas de Arcoverde, no Sertão, e Pesqueira, Alagoinha, Belo Jardim, Tacaimbó, Sanharó e São Bento do Una, no Agreste.

Além dos 33 quilômetros da primeira etapa - que está em andamento -, serão mais 34 quilômetros de adutora, sendo um trecho de seis quilômetros entre a Barragem do Moxotó e o distrito de Rio da Barra, em Custódia, e os outros 28 quilômetros de Cruzeiro do Nordeste, situado em Sertânia, até a cidade de Arcoverde.

De acordo com o diretor-técnico e de engenharia da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), Rômulo Aurélio de Souza, a execução da obra deverá começar em dezembro. “O processo licitatório, somando a escolha da empresa com o prazo que elas têm para recorrer, deve durar cerca de três semanas, além disso, terá dez dias para confeccionar o contrato e dar a ordem de serviço. Eu acredito que, até meados de dezembro, a Compesa deverá dar a ordem para iniciar a obra”, explicou Rômulo. A previsão é que a obra dure 15 meses. Sendo assim, a Adutora Moxotó deverá estar concluída em março de 2018.

O projeto está orçado em R$ 100 milhões, sendo R$ 60 milhões para a segunda etapa, que compreende especificamente a construção das três estações elevatórias (sistema de bombeamento) e a captação na Barragem do Moxotó. Quando as duas etapas estiverem concluídas, a adutora fará a condução de 500 litros por segundo de água da Estação Elevatória 1, na Barragem do Moxotó, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) em Arcoverde, onde o Sistema será interligado à Adutora do Agreste.

 

Veja também

Secretário-geral da ONU pede a líderes mundiais caminho da energia limpa
Economia

Secretário-geral da ONU pede a líderes mundiais caminho da energia limpa

Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio nesta quinta-feira
Economia

Nascidos em abril podem sacar 1ª parcela de auxílio nesta quinta