Setor de serviços cresce 1% de março para abril, aponta IBGE

Após uma leve queda de fevereiro para março, o volume do setor de serviços cresceu em 1%

 O setor de serviços no Brasil teve queda em julho O setor de serviços no Brasil teve queda em julho - Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

O volume do setor de serviços cresceu 1% de março para abril deste ano. Essa foi a primeira alta do setor do ano, neste tipo de comparação. Segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor teve queda de 0,2% de fevereiro para março.

Na comparação com abril de 2017, o setor teve um crescimento de 2,2%, a mais alta desde março de 2015 (2,3%). Apesar do bom desempenho em abril, o segmento acumula quedas de 0,6% no ano e de 1,4% no em 12 meses.

Na passagem de março para abril, quatro das cinco atividades do setor de serviços tiveram alta: serviços prestados à família (1,5%), serviços profissionais, administrativos e complementares (1,7%), transportes e correio (1,2%) e outros serviços (0,7%). Os serviços de informação e comunicação (-1,1%) é a única atividade em queda.

Leia também:
Copa do Mundo aquece mercado de comércio e serviços
Setor de serviços cai 0,2% em março, diz IBGE

A receita nominal do setor de serviços teve altas de 0,9% na comparação com março, de 4,6% na comparação com abril de 2017, de 1,9% no acumulado ao ano e de 2,9% no acumulado de 12 meses.

Veja também

Municípios do Sertão pernambucano poderão retomar atividades econômicas
Plano de Convivência

Municípios do Sertão pernambucano poderão retomar atividades econômicas

Privatização da Eletrobras ajudará governo a resolver pedalada no reajuste da energia em 2022
Economia

Privatização da Eletrobras ajudará governo a resolver pedalada no reajuste da energia em 2022