A-A+

Plano de Convivência com a Covid-19

Shoppings poderão funcionar até as 22h em todos os dias da semana na RMR, Mata e parte do Agreste

Até então, os estabelecimentos estavam liberados para abrir até as 21h aos sábados e domingos

Shoppings terão horário ampliado em PernambucoShoppings terão horário ampliado em Pernambuco - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O horário de funcionamento de shoppings centers e galerias comerciais na macrorregião 1, que inclui cidades da Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e parte do Agreste de Pernambuco, será ampliado a partir da próxima segunda-feira (5).

De acordo com o Governo do Estado, que fez o anúncio em coletiva nesta sexta-feira (2), os centros de compras poderão funcionar até as 22h em todos os dias da semana. [Confira a lista de cidades no fim do texto]

Até então, os estabelecimentos estavam liberados para abrir até as 22h de segunda a sexta-feira e até as 21h aos sábados e domingos, o que configura, portanto, uma hora a mais de portas abertas aos finais de semana.

Nas demais macrorregiões, 2, 3 e 4, que englobam cidades de parte do Agreste e do Sertão do Estado, os shoppings terão permissão para funcionar até as 22h durante a semana e até as 21h aos finais de semana.

As regras do protocolo setorial seguem valendo. Os shoppings devem limitar a presença de um cliente a cada 5 m² nas áreas internas das lojas e um cliente a cada 10 m² nas áreas de circulação. 

Lista de cidades por Gerência Regional de Saúde (Geres)

Macro I

Geres I

Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Chã de Alegria, Chã Grande, Fernando de Noronha, Glória do Goitá, Igarassu, Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Pombos, Recife, São Lourenço da Mata, Vitória de Santo Antão

Geres II
Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa do Carro, Lagoa do Itaenga, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência

Geres III
Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré e Xexéu

Geres IX
Aliança, Camutanga, Condado, Ferreiros, Goiana, Itambé, Itaquitinga, Macaparana, São Vicente Férrer e Timbaúba

Macro II

Geres IV
Agrestina, Panelas, Alagoinha, Pesqueira, Altinho, Poção, Barra de Guabiraba, Riacho das Almas, Belo Jardim, Sairé, Bezerros, Sanharó, Bonito, Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Santa Maria do Cambuca, Cachoeirinha, São Bento do Uma, Camocim de São Félix, São Caetano, Caruaru, São Joaquim do Monte, Cupira, Tacaimbo, Frei Miguelinho, Taquaritinga do Norte, Gravatá, Toritama, Ibirajuba, Vertentes, Jatauba, Jurema

Geres V
Águas Belas, Lajedo, Angelim, Palmeirina, Bom Conselho, Paranatama, Brejão, Saloá, Caetés, São João, Calçado, Terezinha, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro

Macro III

Geres VI
Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa

Geres V
Afogados da Ingazeira,Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira, Tuparetama

Geres VI
Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo

Macro IV

Geres XI
Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade

Geres XII
Belém de São Francisco, Cedro, Mirandiba, Salgueiro, Serrita, Terra Nova, Verdejante

Geres VIII
Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista

Veja também

Latam apresenta plano de recuperação de US$ 8,19 bilhões à Justiça americana
Companhia aérea

Latam apresenta plano de recuperação de US$ 8,19 bilhões à Justiça americana

Inscrições para a Rede CAF já estão abertas para entidades públicas e privadas
Agricultura familiar

Inscrições para a Rede CAF já estão abertas para entidades públicas e privadas