Site que oferece camisa grátis da seleção espalha vírus por WhatsApp

A suposta promoção é simples: bastaria acessar a página e compartilhar seu link com pelo menos 30 amigos no aplicativo mensageiro para ganhar a camisa oficial

WhatsAppWhatsApp - Foto: Reprodução

Com a promessa de uma camisa grátis da seleção brasileira, o site ru-romos.site/camisas tem espalhado vírus entre usuários de WhatsApp. Se você recebeu algo assim, não clique nem compartilhe. A suposta promoção é simples: bastaria acessar a página e compartilhar seu link com pelo menos 30 amigos no aplicativo mensageiro para ganhar a camisa oficial.

Na prática, no entanto, ao clicar em "compartilhar no WhatsApp", o site malicioso se espalha entre os contatos da pessoa por meio de mensagem e, posteriormente, pode chegar a instalar um vírus no celular de quem interagiu com o botão. A reportagem encontrou pelo menos uma variação desse link, o marketplaceru.site/-camisa, que redireciona para esse mesmo endereço malicioso.

Segundo alerta emitido pela Kaspersky Lab, empresa de cibersegurança, a vítima pode chegar a esses links de três formas: por mensagens compartilhadas por algum amigo que caiu no golpe, por notificações maliciosas no próprio navegador de internet ou por grupos no aplicativo. O site é hospedado justamente na Rússia, sede da Copa do Mundo que começa no próximo dia 14.

Leia também
WhatsApp proíbe uso por menores de 16 anos na União Europeia
Cofundador do WhatsApp incentiva usuários a deletarem Facebook
WhatsApp aumenta limite para deletar mensagens enviadas


Comportamentos diferentes
O sistema funciona de maneiras diferentes no Android e no iOS, de acordo com o alerta da Kaspersky Lab. No sistema do Google, é exibida uma página falsa dizendo que o celular está infectado por vírus e que, por isso, seria necessário baixar e instalar um aplicativo.

Ao concordar com a instalação, o usuário baixa um programa malicioso do tipo adware, que exibe propagandas agressivas e pode coletar dados sobre a pessoa. No iOS, que funciona em aparelhos da Apple, após ser redirecionado para diferentes sites, o usuário recebe supostas ofertas para instalar aplicativos legítimos, mas que dão dinheiro ao criminoso a cada instalação.

Veja também

Senar-PE e Faculdade CNA oferecem cursos de graduação a distância
Graduação

Senar-PE e Faculdade CNA oferecem cursos de graduação a distância

Venda de livros pela internet cresce 44% em 2020
Economia

Venda de livros pela internet cresce 44% em 2020