Softex realiza Match Day para Moinho Recife

Encontro tem objetivo de encontrar parceiros para o Moinho Recife Business & Life, empreendimento multiuso

Criado em 1919, o conjunto de prédios do Moinho Recife recebia trigo que vinha da ArgentinaCriado em 1919, o conjunto de prédios do Moinho Recife recebia trigo que vinha da Argentina - Foto: Ed Machado

O Softex realiza, nesta terça-feira (29), o Match Day Moinho Recife, evento que tem o objetivo de estreitar as relações das startups com o Moinho Recife Business & Life, empreendimento multiuso que será instalado no Bairro do Recife. O encontro vai contar com uma mesa redonda, visita ao local onde será o empreendimento e apresentação sobre as necessidades tecnológicas durante a obra e quando concluído.

O Match será realizado na JUMP, a Aceleradora de Negócios do Porto Digital, e segundo o sócio do Moinho Recife e membro do Comitê Executivo do empreendimento, Victor Tavares, a expectativa é positiva para poder gerar parcerias e negócios para o futuro.

“O projeto é acima de tudo para apresentar o nosso projeto, e depois o que precisamos das empresas em nível de necessidade, o que precisamos para que as empresas desenvolvam a solução. Vamos fazer apresentações para as startups, e esperamos que a partir disso a gente firme parcerias com empresas embarcadas no Porto Digital ou Softex”, disse.

Leia também:
Quer criar uma startup? Veja dicas e alertas de especialistas na área
É na crise que as startups mais se multiplicam

Tavares aponta ainda que as principais demandas do empreendimento para que as empresas apresentem soluções são construção civil, gestão, mídias, tecnologia de controle de acesso e inteligência artificial. “A tecnologia é algo que o Moinho está prezando ainda na sua fase de projeto, queremos nos preparar para receber isso, mas já vamos precisar de soluções que auxiliem na construção, na comunicação, controlando o acesso futuro e na inteligência artificial”, destacou.

O Moinho Recife Business & Life será um empreendimento que irá utilizar das instalações do antigo Moinho Recife, que está desativado desde 2009. O projeto é encabeçado pela empresa Revitalis, formada pelo Grupo Moura e membros das famílias Tavares de Melo e Petribu. O investimento da empresa é de R$ 80 milhões para a revitalização do espaço e construção de empresarial, hotel, shopping, entre outros espaços.

Veja também

Experience Club expande operação para o Nordeste
Lideranças

Experience Club expande operação para o Nordeste

Coca-Cola transfere sede regional da Argentina para o Brasil
empresas

Coca-Cola transfere sede regional da Argentina para o Brasil