A-A+

StartOut com inscrições abertas

Programa de apoio à inserção de startups brasileiras no mundo da inovação selecionará até 20 empresas, que irão passar por período de imersão no ecossistema tecnológico dos EUA

Tecnologia é importante aliada no processo de aprendizagemTecnologia é importante aliada no processo de aprendizagem - Foto: Gil Menezes/Divulgação

StartOut Brasil, programa de apoio à inserção de startups brasileiras em ecossistemas de inovação do mundo, está com inscrições abertas para a primeira missão de 2020. Para esta imersão, serão selecionadas até 20 empresas, que vão passar por um período de 19 a 24 de abril no ecossistema tecnológico de Nova York, nos Estados Unidos. O resultado das startups selecionadas será divulgado no dia 28 de fevereiro do próximo ano.

Para esta jornada, as empresas serão apoiadas pelo Governo Federal, e vão receber treinamento de pitch internacional, acesso a workshops com prestadores de serviços; além de poder se reunir e conectar com potenciais parceiros de negócios, clientes, e até mesmo investidores de hubs de inovação de todo o mundo.

Leia também:
Mais moderna e sustentável, Jeep investe em tecnologia em Goiana
Com mais tecnologia, brasileiro pode se dedicar mais ao samba, diz presidente da Huawei a jornal


Segundo o subsecretário de Inovação do Ministério da Economia, Igor Nazareth, o foco do programa para 2020 é o de levar das empresas brasileiras, focando em mercados estratégicos fora do País. “O programa apoiará a internacionalização das startups brasileiras em três importantes mercados, Nova York, Bogotá e Barcelona. Entendemos que o mercado doméstico pode ser um primeiro passo para a startup brasileira, mas no exterior há uma ampla gama de oportunidades a explorar. Com o objetivo de estimular que as nossas startups encarem o mercado internacional como uma oportunidade de crescimento”, disse.

Podem participar do programa, empresas brasileiras de qualquer área de atuação que já tenham tração no mercado doméstico e condições concretas de se internacionalizar, sem comprometer suas operações no país. Outros requisitos para participar do programa é de que as empresas já precisam estar faturando ou ter recebido algum investimento.

As inscrições no programa serão analisadas pela organização, e as 40 empresas mais bem posicionadas serão avaliadas por especialistas no mercado de destino, onde posteriormente 15 startups que nunca participaram do programa ou de apenas um ciclo, serão selecionadas, e até cinco empresas classificadas serão escolhidas, por já terem participado de outros ciclos do programa.

As startups interessadas em participar do programa devem se inscrever até o dia 20 de janeiro, por meio do site www.startoutbrasil.com.br/ciclo/novayork, preenchendo um formulário em inglês com os dados específicos sobre a empresa e o mercado de atuação.

Veja também

Bolsa tem pior semana desde baque da pandemia com drible no teto
Ibovespa

Bolsa tem pior semana desde baque da pandemia com drible no teto

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro
Tesouro nacional

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro