A-A+

Suape com expectativas positivas para o ano de 2020

Complexo Portuário tem expectativa para que usinas termoelétricas do Porto ganhem o leilão de energia da Aneel, em abril, para a chegada de um Terminal de Regaseificação

Bruno Schwambach e Leonardo Cerquinho apresentaram detalhes sobre a expectativa de Suape em 2020Bruno Schwambach e Leonardo Cerquinho apresentaram detalhes sobre a expectativa de Suape em 2020 - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

O Complexo Portuário de Suape poderá receber um Terminal de Regaseificação. Isso porque três usinas termoelétricas do Porto estão concorrendo no leilão de energia da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), e com as usinas competitivas, o terminal chegará de forma acoplada, facilitando o fornecimento de gás. Essa é uma das metas de Suape para este ano, assim como a busca por um parceiro privado para auxiliar na recuperação da autonomia das atividades.

De acordo com o presidente de Suape, Leonardo Cerquinho, a expectativa para um possível Terminal de Regaseificação é positiva, por conta da alta competitividade das três térmicas presentes no complexo. “A expectativa é que tenha uma demanda grande nesse leilão, mas as nossas estão competitivas e o mais importante é o terminal acoplado, que tem um efeito estratégico muito grande para o desenvolvimento de Pernambuco”, afirmou.

Leia também:
Porto de Suape tem nova área de fundeio
Suape ganha fábrica da SIW Kits Eólicos
Porto de Suape bateu recorde em novembro


Cerquinho destaca que o terminal vai permitir um melhor acesso ao gás em toda a região Nordeste, aumentando a oferta do produto e os preços. “A termoelétrica consome mais ou menos um terço do terminal, o restante do gás será direcionado ao mercado local e atenderia todo o Nordeste. Hoje só existe um fornecedor de gás no Brasil, que é a Petrobras. Com o terminal vindo, a expectativa é que o custo de fornecimento de gás na ponta caia bastante e traga uma competitividade para o Estado”, disse.

Mas a expectativa pelo leilão de energia não é a principal expectativa por parte da gestão de Suape e do Governo do Estado. A retomada da autonomia do equipamento é outro grande objetivo para o ano de 2020, com uma possível parceria com um investidor privado.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, destaca que existe a proposta de um estudo para escolher a melhor forma de realizar uma parceira com uma empresa privada. “Estamos propondo um estudo para desenhar os cenários, que são coisas de longo prazo, e o Governo Federal tem nos apoiado nisso. O caminho que a gente trilhou é pegar uma empresa para pensar no futuro de Suape, é um estudo complexo, com uma expectativa de ser feito em 18 meses”, contou.

O presidente de Suape, Leonardo Cerquinho, destaca que a chegada de um parceiro privada auxiliaria a atuação do Porto, melhorando a autonomia. “Antes da autonomia a gente conseguia desenvolver um terminal novo em Suape em até dois anos. Como a concessão será geral da área do porto, quando ele quiser desenvolver um novo terminal ele não vai precisar passar por um novo estudo. Esse é o objetivo principal de um parceiro privado, e a gente entende que pode ser atingido com concessão”, destacou.

Outro ponto positivo para o ano é a expectativa da venda da Refinaria Abreu e Lima, o que poderia trazer impactos para o complexo portuário em um longo prazo. “A refinaria concluída tem potencial para movimentar algo entorno de 19 milhões de toneladas de granéis líquidos, e hoje movimenta 7,5 milhões de toneladas. A conclusão dela teria capacidade sozinha de aumentar 50% a movimentação de todo o Porto. Se for vendida esse ano, entre 2024 e 2025 ela poderia estar operando totalmente”, finalizou.

Balanço
As perspectivas para o ano de 2020 foram apresentadas durante o Balanço do Porto de Suape em 2019. O ano passado foi de quebra de recorde com uma movimentação de 23,8 milhões de toneladas de cargas movimentadas, volume 2% superior ao do ano passado, quando foram movimentadas 23,4 milhões de toneladas.

Veja também

Comissão aprova texto-base da PEC dos precatórios, que dribla o teto de gastos
PRECATÓRIOS

Comissão aprova texto-base da PEC dos precatórios, que dribla o teto de gastos

CMN remaneja R$ 1,3 bi para cafezais afetados por geadas
Agricultura

CMN remaneja R$ 1,3 bi para cafezais afetados por geadas