Desenvolvimento

Sudene e IBGE firmam parceria para agrupar informações sobre o Nordeste

A plataforma trará dados ambientais, sociais, econômicos, entre outros

Assinatura do acordo de cooperação técnica Sudene e IBGEAssinatura do acordo de cooperação técnica Sudene e IBGE - Foto: Divulgação

Com a assinatura hoje (29) de um acordo de cooperação técnica entre a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma ampla plataforma deverá ser criada com o objetivo de tratar informações nos âmbitos ambiental, cultural, econômica e social da região. Denominado Observatório do Nordeste, o projeto foi anunciado durante um evento no Rio de Janeiro para comemorar os 88 anos do IBGE.

Segundo o superintendente da Sudene, Danilo Cabral, a iniciativa “vai permitir olharmos os indicadores do Nordeste a partir das informações colocadas pelo IBGE para o aperfeiçoamento das políticas públicas da nossa área de atuação”.

Pelo acordo de cooperação, as instituições esperam atuar com a disponibilização de informações com recortes regionais, qualificação das equipes técnicas e construção de indicadores que utilizem territórios estratégicos para o desenvolvimento do Nordeste, especialmente o semiárido e o bioma da caatinga.

A diretora executiva do IBGE, Flávia Vinhaes, afirmou que o acordo com a Sudene possibilitará a “produção de conhecimento para subsidiar a sociedade, as políticas públicas no esforço na direção do desenvolvimento regional”. 

Já o presidente do órgão, Marcio Pochmann, a instituição tem a produção de dados por excelência, mas é preciso disseminá-los para que as políticas públicas sejam feitas de forma adequada.

“Especialmente, no desafio que o Brasil vive, como a mudança do regime demográfico do País como mostrou o Censo 2022”, disse. Ele ainda ressaltou a importância dos diálogos entre as instituições para vencer esses desafios.

Casa Nordeste

Além do Observatório, o acordo prevê a instalação da Casa Nordeste – a partir do modelo da Casa Brasil IBGE - um espaço de memória e tecnologia, reunindo em um mesmo local as diferentes áreas do Instituto e suas atuações, para que o visitante, seja de maneira presencial ou virtual, possa visualizar tanto a história, quanto os caminhos e perspectivas do Instituto para as próximas décadas.

A ideia é regionalizar essas casas e a primeira será no Nordeste em parceria com a Sudene, a ser instalada em Pernambuco.

O local terá diversos objetivos, principalmente disseminação e facilitação ao acesso das pesquisas, base de dados, programas e projetos do IBGE, por parte de pesquisadores e gestores públicos regionais, aproximando o IBGE e a Sudene.

Veja também

Oferta pública de ações da Sabesp é aberta
SABESP

Oferta pública de ações da Sabesp é aberta

Americanas registra crescimento de 30% no Dia dos Namorados
COMPRAS

Americanas registra crescimento de 30% no Dia dos Namorados

Newsletter