Taxa de desemprego de 2019 termina em 11%, aponta IBGE

Resultado coincide com a expectativa dos economistas ouvidos pela Bloomberg

Carteira de trabalhoCarteira de trabalho - Foto: Divulgação

O Brasil encerrou o trimestre outubro, novembro e dezembro com a taxa de desemprego em 11%, mostraram os números divulgados pela Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), nesta sexta-feira (31).

O resultado coincide com a expectativa dos economistas ouvidos pela Bloomberg, que esperavam que a taxa desemprego atingisse 11%. Marcado pelo Natal e início do verão, o último mês do ano passado ainda registrou um alto número de desempregados, com 11,6 milhões de brasileiros que seguiam sem ocupação.

Leia também:
Desemprego cai para 11,2% em novembro, com recorde de autônomos
Pernambuco tem a 3ª maior taxa de desemprego do Brasil


Com os dados do trimestre encerrado em dezembro, a taxa de desemprego caiu, já que no trimestre encerrado em novembro ela ficou em 11,2%. O número de trabalhadores com carteira assinada registrou 33,7 milhões, enquanto o número de trabalhadores por conta própria ficou em 24,6 milhões.

Veja também

Zara fechará lojas menores no Brasil e focará em vendas online
Economia

Zara fechará lojas menores no Brasil e focará em vendas online

Procon multa banco em mais de R$ 7 milhões por empréstimos não solicitados
Economia

Procon multa banco em mais de R$ 7 milhões por empréstimos não solicitados