Tecnologia que reduz uso de dinheiro e cartão cresce 2.275%

Solução funciona por meio de pulseiras ou cartões com chip. No mercado de entretenimento, ela é bastante utilizada por trazer agilidade e segurança durante os eventos

Cashless permite operações mais rápidas, filas mais curtas, maior controle nos gastos e coibe fraudes nos ingressosCashless permite operações mais rápidas, filas mais curtas, maior controle nos gastos e coibe fraudes nos ingressos - Foto: Divulgação

Agilidade e segurança durante eventos. Esses são os principais objetivos da tecnologia cashless, que está em crescimento no mercado de entretenimento, onde o sistema busca reduzir o uso do dinheiro e cartão de crédito ou débito dentro de alguma festa. Segundo o Banco Central, nos últimos anos essa prática cresceu cerca de 2.275% no Brasil, e a tendência é que ela cresça ainda mais.

A tecnologia funciona por meio de pulseiras específicas ou cartões com chip que proporcionam ao participante fazer uma recarga pré-estabelecida de um determinado valor para utilizar no evento, permitindo operações mais rápidas, filas mais curtas e maior controle nos gastos, além da coibição de fraude nos ingressos.

Leia também:
Empreendedorismo e tecnologia para formação de jovens é tema do festival REC'n'Play
Brasil transfere tecnologia do portal do consumidor para a Argentina

Grandes eventos e festivais estão apostando nas pulseiras RFID, do inglês "Radio-Frequency IDentification", para a Identificação por Radiofrequência, e em cartões onde o cliente pode abastecê-lo com créditos e utilizar durante o evento.

O grande diferencial da transação está em aproximar o cartão ou pulseira da máquina para que a transferência seja efetuada. Basta o dispositivo possuir NFC (Near Field Communication), que está conectado a uma conexão wireless de transferência de dados a curta distância. Com um sistema de criptografia de leitura e gravação.

A netPDV é a fintech pioneira no Brasil na implementação da tecnologia cashless, e líder nessa forma de pagamento no mercado de entretenimento na América Latina. De acordo com o CEO da fintech, Bruno Lindoso, o uso da tecnologia não é de uso exclusivo no entretenimento, podendo ser utilizado em outros mercados e é importante por agilizar o atendimento. “Existem vários mercados onde o cashless pode ser muito bem aplicado como resorts, cruzeiros, arenas, clubes, condomínios, entre outros. Se pensarmos em um grande evento, tirar a carteira do bolso para realizar cada compra ou simplesmente levá-la ao show pode se tornar um incômodo. O entretenimento é um deles por podermos garantir operações com melhor experiência de compra, mais rapidez, gestão das vendas e menos filas, nós conseguimos dar uma maior velocidade nas transações de pagamento com segurança e melhor gestão das transações financeiras”, disse Lindoso.

Bruno destaca que a solução foi pensada para permitir uma maior organização e controle nos eventos para os organizadores, além de trazer benefícios para o público. “Pensamos com o intuito de amparar os organizadores de eventos em relação as principais preocupações recorrentes em grandes eventos: segurança, rapidez e transparência. Cada cartão ou pulseira registra todas as transações financeiras e garante a funcionalidade do sistema. A tecnologia garante aos organizadores o gerenciamento de todo o consumo e acompanhamento em tempo real da movimentação de vendas, além da emissão de relatórios com informações sobre o estoque e controle de caixa”, destaca o CEO da fintech.

Em Pernambuco uma das empresas que utilizam da tecnologia nos eventos é a Carvalheira. A empresa aposta na tecnologia devido a boa aceitação do público e por otimizar a gestão das festas promovidas, como conta o sócio-diretor Geraldo Bandeira de Melo. “A tecnologia vai além da simples venda, ele não só faz a venda como o controle do estoque. A grande vantagem é que o cliente compra um cartão, alugamos ele da empresa, o cliente paga R$ 5 e no final devolvemos o dinheiro, ele pode colocar o valor que ele vá consumir no cartão, não precisando voltar ao caixa, evita pegar em dinheiro e pode passar no cartão de crédito, e ao término do evento, ou depois dele a gente devolve um eventual crédito excedente”, aponta Geraldo.

Veja também

Bolsonaro liga alerta para investidor que têm ações de estatais
Economia

Bolsonaro liga alerta para investidor que têm ações de estatais

Petrobras anuncia nova alta nos preços da gasolina, diesel e gás
Economia

Petrobras anuncia nova alta nos preços