Telebras firma acordo para levar internet via satélite a regiões remotas do Brasil

Parceria permitirá o avanço no uso comercial da capacidade da banda que provê conexão à internet banda larga de alta velocidade via satélite

Novas regras buscam reduzir burocracia na aquisição de bens e serviços de informática e reduzir possibilidade de fraude   Novas regras buscam reduzir burocracia na aquisição de bens e serviços de informática e reduzir possibilidade de fraude  - Foto: Pixabay

A Telebras informou nesta segunda-feira (26) que fechou acordo com a empresa norte-americana Viasat para explorar e dinamizar o uso do Satélite Geoestacionário Brasileiro de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC-1) operado pela estatal.

A parceria permitirá o avanço no uso comercial da capacidade da banda Ka do SGDC-1 (que provê conexão à internet banda larga de alta velocidade via satélite) o que, na prática, possibilitará levar internet de alta velocidade e acessível para comunidades não atendidas em cinturões urbanos, bem como em áreas rurais e remotas em todo o Brasil.

Leia também:
Número de contratos de banda larga fixa cresce 1,17% em janeiro
Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens


Pelo acordo, a Viasat ficará responsável por fornecer a infraestrutura para a implementação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), bem como para viabilizar os programas do governo brasileiro voltados para levar inclusão digital a áreas remotas do país, como o Internet para Todos, Governo Eletrônico, Serviço de Atendimento ao Cidadão, Educação Conectada e outros.

Em troca, a Viasat poderá comercializar a banda Ka do equipamento espacial, com aproximadamente 58 Gbps, para oferecer serviços de banda larga no Brasil para empresas, mercado de aviação civil e serviços residenciais baseados em Wi-Fi em regiões com carência de infraestrutura.

De acordo com a Telebras, os equipamentos da Viasat começam a ser enviados para o Brasil ainda este mês de fevereiro e os primeiros serviços devem ser ativados em abril de 2018. A Viasat é uma das maiores operadoras de satélites do mundo, com sede na Califórnia, e oferece serviços de banda larga residencial, empresarial e governamental usando seus próprios satélites.

Segundo a Telebras, “nos termos da parceria, a Viasat alavancará a rede satelital do SGDC-1 para explorar serviços de satélite em comunidades isoladas, por meio de WiFi Hotspots de acesso à Internet de baixo custo, além de explorar os mercados residencial, empresarial e de aviação”.

A estatal disse ainda que a parceria deve proporcionar maior competitividade ao mercado brasileiro de internet banda larga via satélite, na “medida em que a Viasat antecipar sua entrada no Brasil, gerando uma maior oferta de serviços, produtos e preços em qualquer região do país”.

A parceria foi estruturada em um modelo de compartilhamento de lucros e resultados, pelo qual a Telebras espera gerar mais de R$ 3,3 bilhões para a empresa nos próximos anos. Segundo o presidente da Telebras, Maximiliano Martinhão, o acordo com a Viasat permitirá “estabelecer a infraestrutura necessária para trazer comunicações de dados de grande alcance, confiáveis e de alta velocidade para os brasileiros – mesmo nas regiões mais distantes e menos povoadas do país.”

Veja também

Receita Federal estima que metade dos fundos imobiliários sonegam impostos
receita federal

Receita Federal estima que metade dos fundos imobiliários sonegam impostos

INSS prorroga antecipação de R$ 1.045 do auxílio-doença e do BPC
inss

INSS prorroga antecipação de R$ 1.045 do auxílio-doença e do BPC