Transposição do Rio São Francisco: governo discute custeio

Câmara de Conciliação e Arbitragem foi criada para tentar criar consenso entre estados e Governo Federal

Transposição do São FranciscoTransposição do São Francisco - Foto: Ministério da Integração Nacional/Divulgação

O Projeto de Integração do Rio São Francisco ganhou ontem uma Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal (CCAF). É uma iniciativa que vai debater a distribuição da água da Transposição para chegar a um consenso sobre o melhor modelo contratual para o custeio da operação e manutenção do sistema e, assim, viabilizar sua operação comercial.

A Câmara reúne, portanto, os governadores dos quatro estados beneficiados pelo projeto (Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará), com o Ministério do Desenvolvimento Regional e a Advocacia-Geral da União (AGU).

Leia também:
Transposição do São Francisco em pauta no novo governo
Transposição do São Francisco leva água a 1 milhão de pessoas de Pernambuco e Paraíba

“É um espaço importante para que os Estados participem das decisões relativas ao gerenciamento do abastecimento através da Transposição do Rio São Francisco. Também queremos a garantia de que a Adutora do Agreste seja finalizada e contemple 62 municípios do interior de Pernambuco", comentou o governador Paulo Câmara, que participou da reunião de instalação da Câmara, nessa terça-feira (9), em Brasília.

A União calcula investimentos anuais de R$ 600 milhões na operacionalização dos eixos Leste e Norte do Projeto São Francisco. Por isso, o Governo Federal estuda medidas para diminuir o custeio da operação. Uma dessas medidas é a implantação de placas solares nos canais da transposição, que deve ser concluída ainda neste ano pelo BNDES.

Veja também

Varejo vê vacinação com expectativa
Comércio

Varejo vê vacinação com expectativa

Bolsa sobe com recuperação chinesa, atividade econômica brasileira e aprovação de vacinas
Mercado Financeiro

Bolsa sobe com recuperação chinesa, atividade econômica brasileira e aprovação de vacinas