UE dá prazo para resposta do Facebook sobre o uso de dados de usuários com fins políticos

Cambridge Analytica utilizou dados de 50 milhões de pessoas a favor da campanha eleitoral de Donald Trump

FacebookFacebook - Foto: Norberto Duarte / AFP

A Comissão Europeia deu prazo de duas semanas ao Facebook para que responda sobre a utilização de dados privados de seus usuários com fins políticos por parte da empresa Cambridge Analytica.

O Executivo europeu também pede à rede social quais as medidas que o Facebook pensa em adotar para evitar casos similares no futuro, segundo uma carta enviada na segunda-feira pela comissária europeia de Justiça, Vera Jourova.

"Escrevo para entender melhor como os dados de usuários do Facebook, incluindo potencialmente os de cidadãos da UE, caíram em mãos de terceiros sem que soubessem e sem o seu consentimento", escreve Jourova na carta dirigida à diretora operacional e número dois da rede social, Sheryl Sandberg. "Agradeceria uma resposta nas próximas duas semanas", completa.

Leia também:
Comissão dos EUA confirma investigação sobre práticas do Facebook
Facebook vai priorizar notícias locais no feed de usuários em todos os países


Apesar de um pedido de desculpas, o Facebook não conseguiu calar a polêmica por não proteger de modo suficiente os dados de seus usuários após as revelações de que a Cambridge Analytica utilizou dados de 50 milhões de pessoas a favor da campanha eleitoral de Donald Trump.

"Existe a intenção de mudar algo no enfoque da responsabilidade social da empresa, em particular no que diz respeito à transparência com os usuários e com as autoridades de regulamentação?", pergunta a comissária europeia.

O caso estará na agenda de uma reunião dos 28 países da União Europeia na quinta-feira e sexta-feira em Bruxelas. O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, convidou o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, a apresentar explicações aos eurodeputados.

Veja também

Pix terá serviço de cobrança semelhante a boleto
pix

Pix terá serviço de cobrança semelhante a boleto

Bolsa reage e volta a subir após quatro sessões de queda
BOLSA DE VALORES

Bolsa reage e volta a subir após quatro sessões de queda