Venda de produtos eletroeletrônicos com o exterior cresce mais de 15% em janeiro

As exportações do setor, no primeiro mês do ano, totalizaram US$ 407,9 milhões, um crescimento de 16,8% em relação a janeiro do ano passado

Iphone Iphone  - Foto: Pixabay

A comercialização de produtos eletroeletrônicos com o exterior cresceu mais de 15% no mês de janeiro, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). As exportações do setor, no primeiro mês do ano, totalizaram US$ 407,9 milhões, um crescimento de 16,8% em relação a janeiro do ano passado. Na mesma comparação, as importações chegaram a US$ 2,93 bilhões, 15,3% acima das registradas no mesmo mês de 2017 (US$ 2,54 bilhões).

Com o resultado, o déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos brasileiros somou US$ 2,52 bilhões em janeiro, 15% superior ao computado no mesmo período de 2017 (US$ 2,19 bilhões).

Leia também: 
Agropecuária puxa resultado positivo do PIB em 2017
Maranhão registra o maior crescimento

“O déficit comercial dos produtos elétricos e eletrônicos deverá seguir trajetória de crescimento devido ao aumento da atividade econômica. Apesar das exportações terem aumentado 16,8%, o saldo da balança comercial apresentou maior déficit do que no ano passado devido à influência do aumento expressivo das importações”, destacou, em nota a Abinee.

Segundo a entidade, o destaque para as vendas ao exterior ficou por conta de bens de informática (acréscimo de 90,1%), automação industrial (34,2%) e de componentes (20,3%). Nas importações, destacaram-se os componentes para telecomunicações (30%), semicondutores (21%) e eletrônica embarcada (21%).

Veja também

Brasil tem espaço para novo auxílio emergencial 'bem modesto', diz Fitch
Economia

Brasil tem espaço para novo auxílio emergencial 'bem modesto', diz Fitch

Governo lança revitalização do sistema de alta tensão de Furnas
Itaipu

Governo lança revitalização do sistema de alta tensão de Furnas