Vendas de flores devem cair 31,8% neste Dia de Finados

No entorno do Cemitério de Santo Amaro, por exemplo, o valor médio das flores gira em torno de R$ 15 e R$ 30, podendo chegar a R$ 60.

Lula, Jair Bolsonaro e MarinaLula, Jair Bolsonaro e Marina - Foto: Divulgação

 

Neste Dia de Finados, os pernambucanos vão homenagear seus entes-queridos de forma mais modesta. Pelo menos é isto o que afirma o Sindicato do Comércio Varejista de Flores e Plantas Ornamentais (Sindiflores). Segundo a entidade, as vendas de flores devem cair 31,8% em relação ao mesmo período de 2015. Afinal, os produtos estão mais caros. No entorno do Cemitério de Santo Amaro, por exemplo, o valor médio das flores gira em torno de R$ 15 e R$ 30, podendo chegar a R$ 60.
“Tanto as flores quanto as velas estão muito caras. Em anos anteriores, comprei os mesmos produtos por valores bem menores”, reconhece a ambulante Adelma Nascimento, que trabalha há 33 anos na frente do cemitério da Zona Norte do Recife.

 A ambulante Thais Cordeiro também sentiu o aumento nos preços e diz que terá que passar os custos para os clientes, aumentando os preços. “Infelizmente, temos que repassar. Se não fizer isso, não terei lucro”, explicou.
É por isso que 44% dos comerciantes ouvidos pelo Sindiflores em Pernambuco acreditam que irão vender menos neste Dia de Finados. E o movimento nas bancas de flores, ontem, confirmava os números da pesquisa. “Este ano tem sido muito difícil.

Ano passado, já tínhamos vendido alguns arranjos e flores”, lamenta a comerciante Ana Ribeiro, que trabalha no ramo de flores há 50 anos e ainda torce para que as vendas retomem o ritmo normal durante o dia de hoje. “Espero que, no final do dia, tenha comercializado tudo”, torce.
Para atrair clientes e garantir as vendas nesta situação, muitos comerciantes prometem aderir à estratégia das promoções. Outros dizem até que estão abertos a negociações.

Por isso, quem não quer deixar o dia passar em branco e seguir com as homenagens mesmo com o bolso apertado deve pechinchar. “Conversando, vamos ver o melhor para mim e para o comprador”, admite Thais. “To­do mundo quer vender e está aberto a negociar. Procure o melhor preço e tente economizar, pois há flores e velas para todos os bolsos”, aconselhou o proprietário do Parque Flores, Adauto Batista.

 

Veja também

Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada
economia

Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada

Vale pagará auxílio a desalojados de Barão de Cocais por mais um ano
Auxílio

Vale pagará auxílio a desalojados de Barão de Cocais por mais um ano