Tecnologia

Vivo e Wayra lançam desafio de acessibilidade para startups

O objetivo é tornar o conteúdo de comunicação interna da Vivo acessível aos colaboradores com deficiência visual. As inscrições podem ser feitas até 12 de março

O objetivo é tornar o conteúdo de comunicação interna da Vivo acessível aos colaboradores com deficiência visual e atrair novos talentos para a empresaO objetivo é tornar o conteúdo de comunicação interna da Vivo acessível aos colaboradores com deficiência visual e atrair novos talentos para a empresa - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Vivo, por meio do seu hub de inovação aberta, a Wayra anuncia um desafio para startups que possam acelerar a inclusão de pessoas com deficiência visual na companhia. O objetivo é encontrar startups para avaliar e desenvolver ou adaptar uma solução que viabilize a utilização de ferramentas de leituras nas plataformas de comunicação interna utilizadas na Vivo, deixando mais acessíveis aos atuais colaboradores com deficiência e atrair novos talentos. As inscrições ficam abertas a partir desta terça-feira (23), e vão até 12 de março.

O desafio é aberto a startups de todos os portes e de todas as localidades do Brasil. Para participar, basta acessar o portal da Wayra www.br-pt.wayra.com/desafios . As startups selecionadas para a fase final terão a chance de fazer pitch para os executivos da Vivo visando gerar negócios com a empresa.

A ação faz parte da estratégia da área de Pessoas que possui o Programa Vivo Diversidade para assegurar uma cultura mais inclusiva e um ambiente mais diverso e representativo, por meio dos pilares de Gênero, LGBTI+, Raça e Pessoas com Deficiência. 

Além de colocar em prática ações afirmativas, a empresa acredita que o tema diversidade deve ser abordado com frequência e profundidade, em diferentes fóruns. Pensando nisso, lançou a jornada que inclui 12 temas que são discutidos uma vez por mês com toda a empresa, acompanhado do lançamento de uma ação, nova política ou benefício. O de fevereiro é Deficiência Visual e tem a parceria da área de inovação aberta da Vivo.

"A Wayra tem como propósito conectar a Vivo com startups a fim de gerar negócios. Os desafios fazem parte dessa estratégia de comunicar ao ecossistema empreendedor necessidades da corporação. Assim, abrimos oportunidades para que as startups nos apoiem e geramos impacto com aumento da diversidade e da inclusão dos colaboradores, bem como melhoria do ambiente de trabalho, tornando-o cada vez mais acessível a todos", reforça Livia Brando, country manager da Wayra Brasil.

Veja também

Não há sinal de fim de recessão e economistas já veem 2021 como ano perdido
Economia

Não há sinal de fim de recessão e economistas já veem 2021 como ano perdido

Disney fechará pelo menos 60 lojas físicas na América do Norte este ano
Consumo

Disney fechará pelo menos 60 lojas físicas na América do Norte este ano