Economia

Volkswagen perde metade do lucro em 2020 pela covid-19

No primeiro semestre de 2020, a gigante alemã registrou um prejuízo antes dos impostos de 1,4 bilhão de euros

Logomarca VolkswagenLogomarca Volkswagen - Foto: reprodução

A construtora de automóveis alemã Volkswagen anunciou nesta sexta-feira (22) um lucro operacional, além dos cargos vinculados ao Dieselgate, de cerca de 10 bilhões de euros (US$ 12,2 bilhões) para o ano 2020, um retrocesso de cerca de 50% pela pandemia de covid-19
 
O grupo, cujos resultados anunciados são preliminares, obteve em 2019 um lucro de 19,3 bilhões de euros.
 
Após a brusca queda das vendas na primeira metade do ano, a Volkswagen elogiou que o segundo semestre tenha sido "bastante sólido".
 
As vendas do quarto trimestre "continuaram se recuperando com força e inclusive superaram as do terceiro trimestre de 2020", indica o grupo, que publicará no final de fevereiro o conjunto de seus resultados.


No primeiro semestre de 2020, a gigante alemã registrou um prejuízo antes dos impostos de 1,4 bilhão de euros (US$ 1,70 bilhão) devido ao colapso das vendas causado pelas medidas restritivas para frear a propagação do coronavírus.
 
No conjunto do ano 2020, a Volkswagen vendeu mais de 9,3 milhões de veículos, 15,2% a menos que em 2019, segundo dados publicados em janeiro.

 

Veja também

Vale reverte prejuízo e lucra R$ 26,7 bilhões em 2020
EMPRESA

Vale reverte prejuízo e lucra R$ 26,7 bilhões em 2020

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deve ficar em R$ 250 por quatro meses
Benefício

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deve ficar em R$ 250 por quatro meses