Volkswagen supera Toyota e é nova líder mundial em 2016

É a primeira vez que a empresa alemã chega à liderança

Marca da VolkswagenMarca da Volkswagen - Foto: Paul J. Richards/AFP

O fabricante de automóveis japonês Toyota, que dominava o mercado mundial há vários anos, foi destronado em 2016 pelo alemão Volkswagen, que pela primeira vez chega à liderança mundial de vendas apesar do escândalo do "dieselgate".

A Toyota vendeu no ano passado 10,18 milhões de veículos (+0,2% anual), enquanto o gigante alemão chegou aos 10,3 milhões (+3,8%), segundo números divulgados nesta segunda-feira, e se proclamou novo campeão mundial.

Oficialmente, a Toyota, líder mundial de 2008 a 2015 - com exceção do ano de 2011, do terrível tsunami no nordeste do Japão - não dá grande importância a esta mudança.

"Ser número um ou dois é algo que nunca importou a eles", comenta Hans Greimel, especialista do Automotive News, com sede em Tóquio. "Secretamente há um orgulho em ser líder, mas não é algo que seja um objetivo da empresa", afirma o especialista à AFP.

Para o grupo Volkswagen (VW) - matriz de doze marcas, entre elas Audi, Porsche, Seat, Skoda e Bentley - , este título de campeão em 2016 é uma forma de renascimento após um ano de 2015 ofuscado pelo escândalo da adulteração de seus veículos a diesel.

Em terceiro lugar aparece o gigante americano General Motors, com 9,8 milhões de veículos, que ainda não comunicou seus números, e que devem ser próximos aos do grupo fruto da aliança franco-japonesa Renault-Nissan.

Veja também

Fretamento aéreo vive seu pior momento em Manaus
Amazonas

Fretamento aéreo vive seu pior momento em Manaus

Governo estuda desoneração linear para gerar emprego
Economia

Governo estuda desoneração linear para gerar emprego