A-A+

Yazaki abrirá 1.600 vagas no município de Bonito

Os empregos diretos serão gerados quando a fábrica de chicotes automotivos estiver pronta. Investimento é de R$?60 milhões e sua instalação no Estado atende solicitação da Fiat/Jeep

Ao lado de Paulo Câmara, Lázaro Figueiredo vai iniciar processo de atração de mão de obraAo lado de Paulo Câmara, Lázaro Figueiredo vai iniciar processo de atração de mão de obra - Foto: Hélia Scheppa/SEI

O anúncio de investimento de R$ 7,5 bilhões da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) no Polo Automotivo da Jeep, em Goiana, feito em 2019, impulsionou a atração de novos empreendimentos. Uma empresa fornecedora de peças automotivas para grandes montadoras, inclusive para a Jeep, vai se instalar em Pernambuco: a multinacional japonesa Yazaki.

Primeira indústria fornecedora de automotivos fora da Região Metropolitana do Recife (RMR), a Yazaki será construída no município de Bonito, Agreste Central do Estado. Com investimento esperado de R$ 60 milhões, a multinacional vai gerar cerca de 1.600 empregos diretos na região quando a fábrica estiver pronta.

As obras para a implantação da fábrica, que terá 21 mil metros quadrados de área construída, serão iniciadas em fevereiro. A previsão é que a indústria inicie operações dentro de um ano. Líder de mercado na confecção de chicotes automotivos, a fábrica terá capacidade para produzir chicotes para mil veículos por dia. De acordo com o presidente da Yazaki Mercosul, Lázaro Figueiredo, em paralelo às obras civis, a empresa vai começar a pesquisa de potenciais candidatos para as vagas de emprego.

Leia também:
Jeep investe em sustentabilidade
Pernambuco tenta atrair novos fornecedores para Jeep em Goiana


“A partir de agora, vamos criar mecanismos de atração dessas pessoas. Tão importante quanto a instalação fabril, é a capacitação da mão de obra. Então vamos ensinar conceitos básicos, como higiene, saúde e segurança e depois pensar nos cursos técnicos para essas pessoas, nas áreas de mecânica, eletrônica, entre outras”, disse Figueiredo, ao complementar que a chegada da Yazaki foi uma solicitação da Fiat.

O protocolo de intenções entre o Governo de Pernambuco e a Yazaki foi assinado, nesta quinta-feira (30), na cidade de Bonito. “É um investimento importante para o polo automotivo de Pernambuco. Vamos fazer melhorias necessárias de logística das estradas, além de viabilizar energia, água e gás. Vamos oferecer oportunidades de qualificação, junto com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação. Temos escola técnica na cidade de Bezerros, por exemplo”, destacou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, ao acrescentar que a empresa vai tratar como uma prioridade a inserção da mão de obra feminina em processos da fábrica.

A nova indústria foi o primeiro resultado do “Match Day” com fornecedores da FCA instalados em outros Estados, que aconteceu em São Paulo, no ano passado. “Foi cerca de um ano de negociação com a Yazaki. Pernambuco tem uma série de formas de atrair as empresas, temos incentivos fiscais em lei, que conseguimos negociar com as indústrias. E estamos em conversa com vários outros fornecedores da FCA”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach. Com a Yazaki, serão 25 fornecedores no Estado, e outros podem ser apresentados nas próximas semanas.

Segundo o prefeito de Bonito, Gustavo Adolfo, a Yazaki será um divisor de águas no município. “Fizemos parceria com a AD Diper [Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco] para doação do terreno à Yazaki. Prédios do município serão cedidos para a empresa para fazer capacitação dos funcionários”, destacou Adolfo ao detalhar algumas das ações.

Veja também

Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado
INSS

Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado

Aposta única leva prêmio de R$ 11,5 milhões da Mega-Sena
Loteria

Aposta única leva prêmio de R$ 11,5 milhões da Mega-Sena