Polo Automotivo

Yazaki inicia construção da fábrica de Bonito

Ordem de serviço foi assinada nesta quinta-feira, com a presença do governador Paulo Câmara. Investimento na fábrica foi de R$ 60 milhões

Ordem de servico e local onde sera construida a fabrica da YazakiOrdem de servico e local onde sera construida a fabrica da Yazaki - Foto: Hélia Scheppa/SEI

O governo de Pernambuco autorizou na última quinta-feira, no município de Bonito, no Agreste do Estado, a ordem de serviço para o início das obras da multinacional japonesa Yazaki, que investiu R$ 60 milhões na nova planta. A empresa é especializada na produção de chicotes automotivos e outros componentes, como displays e dispositivos eletrônicos. Serão gerados cerca de 2 mil empregos diretos quando a fábrica estiver em operação e a marca irá integrar o conjunto de fornecedores da fábrica da Jeep em Goiana, na Zona da Mata Norte. 

O empreendimento será erguido em um terreno de 10 hectares, ao lado da Escola Técnica Célia de Souza Arraes de Alencar. A unidade terá 21 mil metros quadrados de área construída e suas instalações utilizarão os mesmos modelos da unidade de Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe, que é composta por mais de 90% de trabalhadores locais. A previsão da empresa é iniciar as operações na planta em junho de 2021. Essa é a sexta unidade da marca no Brasil, e a décima em países que integram o Mercado Comum do Sul (Mercosul). 

Durante a assinatura da ordem de serviço, também houve a celebração do “Dia 1”, cerimônia que marcou o início das construções da empresa. Quando pronta, a fábrica terá a capacidade de produzir chicotes para mil veículos por dia, atendendo a Fiat Chrysler Automobiles (FCA). 

Segundo o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, a chegada da Yazaki vai fazer com que o agreste pernambucano se desenvolva, permitindo melhor qualidade de vida. “Bonito hoje entra em uma nova etapa com a chegada dessa empresa, que vai compor o polo automotivo de Pernambuco. Um grupo com o porte da Yazaki, que tem uma experiência mundial na fabricação de componentes eletrônicos, vai dar uma nova visão, uma visão da economia do futuro, da mão de obra qualificada, de realmente fazer diferença na qualidade de vida e no crescimento profissional das pessoas daqui do Agreste. Bonito vai ser uma referência para a região”, afirmou o governador.

Segundo o presidente da Yazaki Mercosul, Lázaro Figueiredo, a chegada da fábrica vai contribuir para que outras empresas também invistam no Agreste. “A chegada da Yazaki Mercosul ao Agreste pernambucano possibilitará à região um crescimento econômico local sem precedentes. Contribuindo para que, futuramente, novas empresas vejam em Bonito o potencial para se tornar também um importante polo fabril para o Estado. Estamos fazendo um investimento com a certeza de que vamos modificar positivamente o futuro desta cidade”, disse Lázaro. 

Veja também

Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em R$ 168,48 milhões
Economia

Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em R$ 168,48 milhões

CMN flexibiliza regras para crédito rural a pequenos produtores
Economia

CMN flexibiliza regras para crédito rural a pequenos produtores