A-A+

Ypê instalará indústria e CD em Pernambuco

Empreendimentos devem entrar em operação em 2022 e vão gerar 700 vagas, sendo instalados em Itapissuma

O protocolo de intenções para a construção do projeto no Estado foi assinado ontem O protocolo de intenções para a construção do projeto no Estado foi assinado ontem  - Foto: Hélia Scheppa/SEI

A Ypê assinou um protocolo de intenções com o Governo do Estado para a instalação de um complexo fabril e do centro de distribuição da empresa em Pernambuco. Os empreendimentos devem ter suas operações iniciadas em 2022 e vão empregar cerca de 700 pessoas, sendo instalados no município de Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife (RMR).

A chegada da empresa em Pernambuco se deu depois de dois anos de negociação entre o grupo e o governo estadual, promovendo incentivo fiscal do Programa de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (Prodepe), que garantiu 85% de crédito presumido no saldo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O benefício tem a validade de 12 anos e renovável pelo mesmo período. Tal incentivo só é concedido a empresas com um investimento superior a R$ 100 milhões.

Leia também:
Pernambuco terá centro de distribuição da Amazon
Setor industrial aponta para recuperação econômica


Para o governador Paulo Câmara, a assinatura do protocolo representa uma boa imagem do Estado para atração de novas indústrias. “É uma notícia muito boa, um grupo que faz produtos para todo o Brasil, um investimento significativo, que gera empregos. É a consolidação de Itapissuma e de todos os municípios do Litoral Norte como potenciais locais para atração de negócios”, disse.

Segundo o presidente da Ypê, Waldir Beira Júnior, a chegada da marca em Pernambuco representa um grande passo para a empresa, que escolheu o estado por conta da boa logística. “Nós fizemos um estudo de logística para atendimento da região norte e nordeste, e a gente encontrou o estado de Pernambuco como a melhor solução. A gente chega animado, já temos boa penetração dos nossos produtos, mas temos certeza que além de gerar riqueza, empregos, impostos, a gente vai poder servir melhor os clientes locais”, disse.

A empresa de origem paulista atua no mercado de higiene e limpeza há quase 70 anos e possui marcas de referência no setor como Atol, Assolan, Tixan e Perfex. No Nordeste, a empresa já opera com uma unidade fabril, em Simões Filho, na Bahia, e Pernambuco será a segunda unidade na região. Waldir, conta que de início a fábrica irá atuar com a linha de produtos líquidos, mas depois de instalada podem produzir 100% dos itens da marca.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Bruno Schwambach, “O que a gente tem feito é distribuir nossas equipes na prospecção as regiões para monitorar potenciais empresas que possam vir para nosso Estado. Houve muito estudo técnico de infraestrutura, da parte técnica, demorou um pouco na escolha para ter a certeza e segurança do local para o empreendimento. Eles também vão utilizar do Porto de Suape tanto p ara importar, como para exportar”, disse.

O presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), Roberto Abreu e Lima, conta que a chegada da Ypê, faz com que Pernambuco se consolide como um grande polo de produtos de limpeza na região. “A Ypê já é líder nacional de mercado, e temos outras grandes como a Brilux e marcas locais. A vinda consolida Pernambuco como o maior polo, e com a chegada deles não tem estado que chegue próximo no termo de produção desses tipos de produtos”, contou Roberto.

Veja também

Bolsa tem pior semana desde baque da pandemia com drible no teto
Ibovespa

Bolsa tem pior semana desde baque da pandemia com drible no teto

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro
Tesouro nacional

Ministério da Economia indica Paulo Valle para Secretaria do Tesouro