Ensino Integral

Alunos protagonistas participam ativamente da gestão escolar

Entre os destaques do modelo integral, está uma participação ativa dos estudantes no desenvolvimento do local de estudo

Os alunos protagonistas tem como função auxiliar na gestão escolarOs alunos protagonistas tem como função auxiliar na gestão escolar - Foto: Ed Machado/ Folha de Pernambuco

Durante o isolamento social, o aumento da evasão dos estudantes preocupou os gestores de instituições de ensino no Brasil. Os motivos que podem levar o aluno a tomar esta decisão são vários: ingresso precoce no mercado de trabalho; a falta de acesso a serviços como internet; falta de equipamentos necessários para acompanhar as aulas; e até mesmo a desmotivação no modelo remoto.

Como solução, o EREM Emídio Cavalcanti Albuquerque adotou um sistema de reinclusão dos evadidos às atividades escolares, em conjunto com o programa de alunos protagonistas. Juntamente com funcionários e professores, colegas do estudante evadido auxiliavam em seu retorno à sala de aula. 

“Tentamos o contato por telefone com a família, fomos aos Correios mandar cartas, fomos para a rádio comunitária e, por fim, fomos presencialmente para as casas. Foi uma quantidade considerável de retorno, aproximadamente 70% dos evasivos”, disse Renata Almeida, gestora.

O conceito de alunos protagonistas é incluído em escolas de Pernambuco desde 2008. A principal premissa é elevar a condição do estudante de apenas absorver conhecimento, para ser um agente mais ativo no dia a dia escolar, elaborando eventos e atividades extracurriculares e auxiliando os colegas de sala, professores e gestão. 

“Sempre que posso, eu chego junto com a coordenação, ajudo alguns alunos quando eles precisam, levo para a sala de aula, ajudo a conseguir fardas. Temos vários projetos que desenvolvemos e estamos sempre incentivando eles (alunos) a praticar as coisas aqui da escola”, declarou Fábio José, um dos alunos protagonistas no EREM Emídio Cavalcanti Albuquerque.