Folha Imóveis 2023

A missão é realizar sonhos

Com mais de 50 anos de atuação, a Paulo Miranda é especialista em realizar um dos principais desejos dos brasileiros, o de ter um imóvel. A imobiliária projeta para 2023 um ano positivo

A imobiliária espera ter crescimento superior a 20% para o ano de 2023A imobiliária espera ter crescimento superior a 20% para o ano de 2023 - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Percebendo as modificações que o mercado imobiliário sofreu ao longo dos anos, a imobiliária Paulo Miranda está buscando cada vez mais contribuir para um dos principais objetivos do brasileiro: ter um imóvel. A demanda da população, que foi fortalecida nos últimos anos pela pandemia da Covid-19, fez com que a empresa estivesse cada vez mais atenta aos desejos dos clientes. Com mais de 50 anos de vida, a imobiliária tem hoje uma nova estrutura de trabalho, projetando um ano de 2023 positivo em Pernambuco e em estados vizinhos. 

Tendo como um de seus diferenciais a especialização dividida por nichos de atuação do corretor para que o cliente tenha um atendimento personalizado e especializado, a Paulo Miranda monitora e consegue dar suporte ao consumidor. Por meio dessa percepção de mercado, a imobiliária projeta, neste ano, ter um crescimento superior às projeções nacionais, graças aos investimentos feitos no litoral nordestino. 

“Nós acreditamos que, diante do estoque baixo e do aumento significativo de lançamentos previstos, teremos crescimento superior a 20% para o ano de 2023. Temos como destaque unidades compactas para investimento, e empreendimentos em todo o litoral do Nordeste, que atraem inclusive investidores de fora”, disse a diretora Renata Miranda

Segundo ela, um ponto de destaque para o ano é a expectativa positiva da Caixa Econômica Federal. “Existe um otimismo que reflete a atuação da Caixa, que é o principal agente de crédito imobiliário, com cerca de 70% do mercado, e com aumento das operações para habitação, oferecendo mais subsídios e vantagens”, declarou.

“O ano foi na sua maior parte superado pela força da requalificação do morar. Isso evidenciou o imóvel e a ‘forma de usá-lo’”, disse Renata Miranda, diretora da Paulo Miranda | Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco 

Avaliação do mercado
Renata conta que o ano de 2022 também foi positivo e por isso se faz valer a expectativa alta para 2023. “O ano foi na sua maior parte superado pela força da requalificação do morar. Isso evidenciou o imóvel e a forma de usá-lo, ganhando ainda mais força por ser um patrimônio estável, seguro diante de um mercado financeiro oscilante, registrando um aumento nas operações de 28%”, contou a diretora.

Contribuindo para que a expectativa seja positiva, a diretora da Paulo Miranda destaca que a empresa tem como diferenciais no mercado a especialização de todos os corretores. 

“A nossa diferença parte da premissa associada à especialização dos corretores, de acordo com sua área de atuação. Assim como na medicina, implantamos, há mais de 20 anos, a especialização por nicho de atuação do corretor para que o cliente tenha atendimento personalizado e altamente especializado, monitorado por nosso corpo de liderança, e gerido por nossa direção, que nasceu e cresceu dentro do mercado imobiliário”, destacou.

Atuação full service
Desde o ano de 1972 a Paulo Miranda atua em todos os segmentos do mercado imobiliário, sendo a única empresa full service no Estado. Hoje, são mais de 250 corretores exclusivos e especializados por nicho, nos segmentos de lançamentos, Minha Casa Minha Vida, loteamentos, imóveis prontos (novos e usados), locação e administração de bens. 

A Paulo Miranda conta com diversos pontos de vendas no interior e litoral de Pernambuco, assim como em Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Nos locais estão projetos de desenvolvimento urbano, comercializando em média um total 350 unidades por mês.