Folha Imóveis 2023

Benefícios e vantagens da energia solar

Referência no setor, a Via Energy Brasil aposta na fonte solar - energia limpa, renovável e sustentável - para trazer melhorias do ponto de vista social, financeiro e ambiental

Condomínios passaram a contar com financiamento para instalar as placas fotovoltaicas, o que facilita instalaçãoCondomínios passaram a contar com financiamento para instalar as placas fotovoltaicas, o que facilita instalação - Foto: Divulgação

Com quase 1 mil projetos homologados, a Via Energy Brasil - Soluções em Energia é referência do setor no Nordeste desde 2021. Com o foco em energia solar fotovoltaica, a empresa realiza instalações em condomínios, casas e empresas. Além disso, a corporação oferece os serviços de bancos de geradores e baterias, além de elétrica predial, com manutenção preventiva e corretiva. Mensalmente, a Via Energy gera 880 MWH, o que equivale à geração mensal de uma cidade de 500 mil habitantes. Isso representa mais de R$ 1 milhão economizado todo mês.

“Tudo no ramo da energia em si, a Via Energy oferece uma solução. Mas, hoje, o maior serviço que ofertamos, até pelo momento do mercado, é a usina solar, o sistema fotovoltaico”, explicou o diretor de engenharia da Via Energy Brasil, Lucas Rodrigues Lopes.

A energia solar é uma energia alternativa, renovável e sustentável que funciona utilizando a radiação solar como fonte de geração e pode ser aproveitada e utilizada por diferentes tecnologias, como: aquecimento solar, energia solar fotovoltaica e energia heliotérmica. Na energia solar fotovoltaica, quando a radiação é captada por painéis solares, ocorre a transformação da corrente elétrica para utilização em residências, comércios e indústrias.

As vantagens de aderir à energia solar estão presentes em três aspectos: ambiental, social e financeiro. Nos condomínios, os benefícios começam assim que a empresa ativa o sistema no local. Os condôminos e o síndico terão duas alternativas: baixar o custo da taxa de condomínio ou utilizar o valor economizado na energia e investir em outra área.

“Hoje, o Brasil já é líder em energia sustentável no mundo e estamos caminhando para nos próximos anos ter um Brasil 100% sustentável em energia”, disse o diretor de engenharia da Via Energy Brasil, Lucas Rodrigues Lopes | Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco 

Crédito para condomínios 
“Hoje a gente tem bancos especializados que fazem a aprovação para condomínios. Ano passado e ano retrasado, o grande problema de viabilizar esse tipo de projeto eram os bancos, porque o condomínio é uma entidade sem fins lucrativos, não pode nem ter muito dinheiro em conta. É proibido por lei ter isso, então tinha essa dificuldade, mas ano passado e este ano, os bancos começaram a liberar isso mais fácil”, afirmou Lucas.

Nas casas, a economia gira em torno de 90% a 95% mensalmente. “Se o cliente fizer um investimento no sistema fotovoltaico à vista, digamos assim, ele já tem um retorno na hora. Ele paga de R$15 mil a R$20 mil e todo mês deixa de pagar à Neoenergia R$ 500 a R$ 600. Se o cliente tende a ir para o banco financiar, muitas das vezes o valor da parcela fica até menor do que ele já paga na energia. O cliente quando coloca o sistema em casa está com R$ 600, R$ 500 sobrando por mês. E ele decide o que quer fazer, como investir num colégio melhor para os filhos, ou num plano de saúde”, ressaltou o diretor de engenharia.

Trâmites necessários 
Para os moradores de condomínios e de casas, os trâmites para adquirir um sistema de energia solar são diferentes. Quando a instalação é realizada em condomínios, o serviço é destinado para a energia do próprio espaço e não do morador individualmente. 

Além disso, os condomínios têm uma dificuldade maior na aprovação do crédito. “Como o condomínio é um ambiente sem fins lucrativos, ele não tem recursos para pegar R$20 mil, R$30 mil e comprar um sistema solar. Com os bancos facilitando o projeto, a gente começou a fazer mais condomínios do meio do ano passado para cá. Nós estamos nos aproximando de 10 instalações. O número é pequeno, porque condomínio é burocrático, tem a questão da assembleia, porque não pode ser uma decisão unilateral do síndico”, pontuou.

Já nas casas, o processo é bem mais simplificado. “Se o cliente tiver condições de fazer o investimento à vista, com recurso próprio, ele entra em contato com a empresa, a gente já assina o contrato, faz a compra do material e ele já aguarda a instalação. Em paralelo, a gente entra com um processo de liberação no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco). Depois que a liberação do CREA for resolvida, entramos com a liberação na Neoenergia”, disse Lucas.

Enquanto o cliente espera a instalação, o processo de liberação burocrática acontece em paralelo. Quando a instalação chega à casa do cliente, a questão burocrática já está resolvida. Com isso, a empresa solicita a vistoria da Neoenergia. Todo o trâmite dura aproximadamente 60 dias.

Importância para o meio ambiente 
“Hoje, o Brasil já é líder em energia sustentável no mundo e estamos caminhando para nos próximos anos ter um Brasil 100% sustentável em energia. Isso tem que ser um ponto de orgulho”. É assim que Lucas, que trabalha desde 2016 no ramo de soluções em energia, descreve o aumento da adesão às energias sustentáveis no país.

Fonte de energia renovável e limpa, a energia solar fotovoltaica está em crescimento no Brasil. Em 2022, o país desativou 13 termelétricas, o que representa 13 pontos de energias poluentes que deixaram de ser executadas. 

“São muitas pessoas e muitos bancos que estão apostando nisso. A gente vai ter esse ano algumas fábricas já produzindo aqui em Pernambuco. Então quem tem essa dificuldade de entender, que tem receio em investir no mercado, estude mais, aposte, porque é uma energia muito boa para o planeta”, acrescentou.