Folha Imóveis 2022

Reformas e grandes obras aquecem o mercado

O setor de material de construção está otimista em relação ao ano de 2022. Na Novo Nordeste, expectativa é positiva tanto com as vendas para residências como para as empresas, que estão tirando os seus projetos "do papel"

Novo NordesteNovo Nordeste - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Loja pernambucana especializada em materiais de construção, a Novo Nordeste está com boas expectativas para o mercado este ano. Além dos consumidores ainda desejarem reformas em suas residências, projetos de maiores portes foram programados e serão “tirados do papel”. Por isso, a Novo Nordeste aposta que 2022 pode ser um ano interessante para o setor. 

“Os anos de 2020 e 2021 foram surpreendentes, superaram nossas expectativas. Este ano acreditamos que, com a continuidade do home office, as pessoas seguem procurando materiais para reformas. Outro ponto é que projetos feitos no ano passado vão ser erguidos, como condomínios e grandes redes de supermercados, e eles estão em busca da construção. Então acreditamos que isso pode movimentar o setor”, analisou Bruna Rafaella, supervisora comercial da Novo Nordeste. 

A empresa oferece materiais de construção civil tanto para varejo como para atacado, atendendo do pequeno consumidor até projetos de grande porte. “Nós temos estrutura para o varejo, principalmente para consumidores que vão até nossas lojas comprar itens para reformas em casas e construção de residências, por exemplo. E também atendemos ao atacado, para construtoras, indústrias e armazéns”, explicou Bruna. Alguns dos itens vendidos pela Novo Nordeste são: vergalhão, tubos, telhas, chapas e produtos de serralharia.

Para Bruna Rafaella, este ano será interessante para o setorPara Bruna Rafaella, este ano será interessante para o setor | Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Novos projetos
Para 2022, a empresa pretende investir na especialização do atendimento e em uma plataforma para venda on-line. “Como projeto para este ano, a gente está investindo muito no atendimento, com treinamento dos nossos vendedores. Temos vários ramos de clientes, então queremos especializar o atendimento de acordo com cada perfil. E também estamos nos dedicando para lançar a venda on-line, um nicho no qual ainda não nos aprofundamos”, contou Bruna. 

Com seis unidades em Pernambuco, a empresa atende todo o estado, além de outros mercados do Nordeste, como Alagoas e Rio Grande do Norte. Das seis unidades, quatro são centros de distribuição (CD), sendo em Olinda, Jaboatão, Petrolina e Caruaru, e duas são lojas, em Abreu e Lima e Recife. 

Em todos os pontos, a empresa tem estoque dos materiais, mas nos CDs são em quantidades bem maiores. Se preferir, o cliente pode buscar seus itens em lojas, mas a Novo Nordeste também trabalha com caminhões de entrega. Além disso, a empresa disponibiliza consultores para clientes que demandam visitas na avaliação dos materiais necessários para as obras.