Fórum Nordeste 2023

Temape inicia ampliação da tancagem de combustíveis em Suape; foco é aumento da atuação no segmento

A companhia aumentará a capacidade de tancagem de 60 milhões de litros atuais para 81 milhões de litros

Temape inicia as obras de ampliação da tancagem de combustíveis na unidade do Porto de SuapeTemape inicia as obras de ampliação da tancagem de combustíveis na unidade do Porto de Suape - Foto: Divulgação

Dentro dos próximos quatro meses, a empresa pernambucana Temape - Terminais Marítimos de Pernambuco S.A inicia as obras de ampliação da tancagem de combustíveis na unidade do Porto de Suape, sendo esse um dos projetos do Temape para o aumento de sua atuação no segmento de armazenagem, bem como, suportar o crescimento previsto para empresa na distribuição de combustíveis.

“A empresa tem esses dois vieses. O primeiro é o de prestar serviço vinculado à armazenagem, recepção e expedição de graneis líquidos, em que os tomadores desse serviço normalmente são distribuidores, exportadores e importadores que têm interesse em ter o espaço no Porto para expedir ou receber o produto. Então, essa é uma área que precisa de terminais de prestação de serviços”, lembrou o superintendente da Temape, Fernando Guerra Júnior.

Ainda de acordo com Fernando, o segundo viés de atuação é a distribuição de combustíveis, que possui a bandeira denominada Petrovia, e atende mais de 4.500 postos bandeira branca e 130 postos com a sua própria Bandeira em todo o Nordeste e parte do Centro Oeste.

Foto: Divulgação

“A Petrovia já tem 22 anos de existência com atuação em todo o Nordeste, como, também, hoje já no estado do Goiás e no estado do Tocantins. São nove filiais espalhadas pelo país, tendo como premissa fundamental o fornecimento de combustíveis dentro dos maios rigorosos padrões de qualidade, além do formato transparente de relacionamento com seus parceiros comerciais”, complementou.

Em relação à ampliação do terminal de Suape, a companhia aumentará a capacidade de tancagem de 60 milhões de litros atuais para 81 milhões de litros. O investimento é de R$ 130 milhões, com financiamento de 80% pelo Banco do Nordeste (BNB), por meio de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). A previsão é que a obra fique pronta ainda no primeiro semestre de 2025.

Além de investimentos em Suape, o Temape está implantando um novo terminal no Porto de Itaqui, no Maranhão, cujas obras começaram em setembro de 2022 e já está 60% pronto. A previsão de inauguração é para o mês de julho de 2024. Inicialmente, os investimentos são da ordem de R$ 187 milhões. O terminal de Itaqui, no entanto, não se trata de uma concessão do governo, mas de uma área privada.

Com o empreendimento do Temape, o Porto de Itaqui vai passar a contar com um dos mais modernos e automatizados terminais de combustíveis do País, com capacidade de carregamento de até 800 mil m³/h (ferroviário e rodoviário), que reduz em até 50% o tempo de abastecimento na comparação com as tecnologias atuais.

“Com a implantação deste segundo terminal no Porto de Itaqui a empresa estará logisticamente bem representada em um dos principais polos de suprimento de produto do Nordeste e Centro Oeste será base para um maior crescimento da distribuição da Petrovia em toda esta região”, afirma Fernando Guerra.

O projeto, que também está recebendo recursos do FNE, é dividido em duas etapas: na primeira, serão implantados onze tanques com capacidade total de 60 mil m³. Haverá investimentos, também, em outras obras civis, como a construção de plataformas rodoviárias de carga e descarga e um desvio ferroviário para 12 vagões, com capacidade de carregamento de 5,3 mil m³ por dia.

Na segunda etapa, que poderá ser objeto de outra contratação de crédito junto ao BNB, serão construídos mais seis tanques, aumentando a capacidade de tancagem para cerca de 95 mil m³. As obras no Porto de Itaqui estão em ritmo avançado e têm prazo de até 12 meses para conclusão, gerando cerca de 150 empregos diretos e indiretos nas fases de construção e operação.

O Porto de Itaqui é um importante equipamento de infraestrutura que tem interligação com modais rodoviário, ferroviário e dutoviário. Nos últimos anos, vem batendo recordes de movimentação com mais de 25,4 milhões de toneladas movimentadas.

O grupo Temape
O Temape - Terminais Marítimos de Pernambuco S/A  é uma empresa fundada em 1998, a partir da união de oito unidades industriais de açúcar, álcool e energia nas regiões Nordeste (Pernambuco, Alagoas e Piauí), Centro-Oeste (Goiás) e Sudeste (São Paulo), que visaram a construção e operação de um terminal para movimentação de granéis líquidos na zona primária do Porto de Suape, em Ipojuca (PE), e, posteriormente, a distribuição de combustíveis por bandeira própria.

As usinas produtoras de etanol, energia e açúcar, sócias da TEMAPE, cultivam, juntas, mais de 90 mil hectares de área própria e geram mais de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Veja também

Folha Energia: Leia a revista digital

Folha Energia: Leia a revista digital