Saúde

Boris Berenstein: comunicação, credibilidade e propósito

Sempre atento às inovações, o Boris Berenstein se destaca como vencedor na categoria Clínica de raio-x (Diagnóstico por imagem)

Boris Berenstein, presidente da clínica de medicina diagnósticaBoris Berenstein, presidente da clínica de medicina diagnóstica - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

A presença digital nas empresas passou a ser extremamente importante no período da pandemia, tanto para a comunicação com o público externo como interno. Vencedor da categoria Clínica de raio-x (Diagnóstico por imagem), o Boris Berenstein Medicina Diagnóstica sempre esteve atento às inovações e não poderia ficar de fora dessa. Nesse contexto, desenvolveu novas estratégias voltadas a esse ambiente, que era pouco explorado. E a instituição de saúde soube fazer muito bem: desde o início da pandemia, realizou uma readaptação sistemática, estruturando vários eventos digitais.

Alguns exemplos são os encontros entre os profissionais das unidades, com o intuito de aproximar a empresa dos colaboradores. Uma maneira encontrada para cuidar da equipe em todos os aspectos. Os profissionais de Marketing e Comunicação, sempre atentos, elaboraram quadros informativos nas redes sociais sobre a Covid-19 e outros temas relevantes que tratam da prevenção e respeito às minorias. O Boris também cuidou da comunicação interna com vistas a demonstrar as melhores práticas para a equipe. Em paralelo, a empresa construiu um novo site mais ágil e moderno, visando facilitar a comunicação e dar visibilidade ao cliente final.

“É por meio desse cuidado com a marca que se desenvolve uma percepção única dos serviços da empresa na mente dos nossos clientes. Para garantir que isso fosse feito, iniciamos o fortalecimento em nossos pontos de relacionamento e realizamos o gerenciamento da comunicação com o objetivo de proporcionar uma boa experiência aos consumidores desde os canais digitais até o atendimento final”, destacou Leon Berenstein, diretor médico do Boris Berenstein Medicina Diagnóstica.

Leon Berenstein, diretor médico do Boris Berenstein Medicina DiagnósticaLeon Berenstein, diretor médico do Boris Berenstein Medicina Diagnóstica. Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Na unidade do Boris no Derby, área central do Recife, houve também uma repaginação realizada no Espaço Mulher, com o intuito de oferecer maior conforto e bem estar para as pacientes e colaboradoras. Todo o mobiliário foi trocado, a acústica foi melhorada, as batas foram substituídas e as pinturas das paredes foram modificadas.

“Precisamos ser consistentes nas ações para mostrarmos ao nosso público a maneira como estamos posicionados no mercado. Como os consumidores buscam cada vez mais segurança, precisamos comunicar a credibilidade e o propósito da empresa”, comentou o presidente da clínica de medicina diagnóstica, Boris Berenstein.

No período pré-pandemia, o Boris inaugurou três megacentros de atendimento, em Olinda, Paulista e Jaboatão dos Guararapes, assumindo a responsabilidade de abrangência dos serviços de radiologia em toda a Região Metropolitana do Recife (RMR). Assim, o maior desafio será atender a essa nova demanda. Quando as pessoas estiverem vacinadas e voltarem a cuidar da saúde, o Boris programa um volume bem maior de atendimento nesses serviços.

No mês de maio, o Boris Berenstein completou 33 anos de fundação, com uma história marcada por uma série de pioneirismos, a exemplo da oferta de vários serviços de imagem disponíveis em um mesmo lugar. Ao todo, o Boris conta, hoje, com sete unidades, abrangendo a RMR, além das cidades do Cabo de Santo Agostinho, no litoral pernambucano, e uma parceria em Arcoverde com a Neuroimagem, no Sertão do Estado. O Grupo Boris emprega, direta e indiretamente, cerca de 400 colaboradores, contando com os profissionais da área médica.