Marcas que eu gosto 2021

Marcas conquistam corações dos consumidores

A 18ª edição do prêmio Marcas que eu gosto revela que afeto e acolhimento junto com trabalho dedicado e inovação constante fazem parte da estratégia das empresas de estar sempre junto dos seus clientes

Marcela Montenegro, diretora executiva do IpespeMarcela Montenegro, diretora executiva do Ipespe - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Construir uma marca para estar sempre perto do consumidor é um trabalho diário e incansável realizado por inúmeras empresas. Alcançar o reconhecimento do público de que está trilhando o caminho certo é satisfatório e de grande importância para o negócio. Nesse contexto, o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), em parceria com a Folha de Pernambuco, faz o levantamento das marcas preferidas das pessoas e leva esse reconhecimento até o mercado.

Em sua 18ª edição, o Marcas que eu gosto premia as empresas que conseguem ser referência para os consumidores. “O Marcas é um levantamento de mercado e, ao mesmo tempo, uma premiação. Ele traz o resultado final das estratégias das empresas de gerarem relação afetiva com o consumidor. Ganhar esse espaço é uma forma da empresa saber que está no coração do consumidor”, ressaltou a diretora executiva do Ipespe, Marcela Montenegro.

A pesquisa é realizada em campo através de um questionário no qual o consumidor diz, espontaneamente, “qual a marca que ele mais gosta”. A pessoa não recebe nenhum estímulo ou grupo de empresas, ou seja, a pergunta é feita abertamente. Ao todo, o levantamento considera 47 categorias, que inclui diversos setores. “Procuramos fazer a pesquisa com várias áreas da vida cotidiana que tenham relevância, que geram interesse na população, que apresentam informação de destaque. E, neste ano, o estudo foi feito em um momento diferente, em que estamos enfrentando uma pandemia, e, por isso, há mudanças do ponto de vista da relação, do consumo e do hábito”, disse Marcela.

Além de escolher a marca preferida dentro de cada setor, o consumidor também é questionado a escolher marcas que vão além da sua área de atuação. Essas são consideradas as categorias especiais: Marca que representa o estado de Pernambuco, Marca que faz a diferença e Marca de destaque na pandemia, esta última incluída como novidade nesta 18ª edição.

Além dessa, o Ipespe também incluiu outra nova categoria, a Faculdade particular. “A educação ficou muito em foco este ano, com as mudanças no ensino e a adoção fortemente do ensino a distância. Por isso achamos de importância incorporá-la à pesquisa. Além disso, avaliar esse período de pandemia especificamente também foi interessante. A Marca de destaque na pandemia foi uma categoria em que foram escolhidas marcas necessárias e presentes na vida das pessoas neste momento”, explicou Marcela.

Para o levantamento, o Ipespe ouviu 600 pessoas dentro da população do Recife. Foram consideradas pessoas acima de 16 anos, de todas as classes econômicas, sexo e localidades da cidade. A pesquisa foi realizada entre 21 e 27 de maio de 2021. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.