Marcas Que Eu Gosto 2022

A importância de uma boa imagem para se aproximar do consumidor

Em uma sociedade impactada pelas mídias digitais, para conquistar o respeito e a fidelidade dos clientes, além de boas vendas, é preciso ter estratégias bem conduzidas. E foi assim que duas agências, Aporte Comunicação e Ampla Comunicação, se destacaram

Angelo Mello, CEO da Aporte ComunicaçãoAngelo Mello, CEO da Aporte Comunicação - Foto: Divulgação

A sociedade está cada vez mais impactada pelas mais diversas plataformas tecnológicas para ajudar no cotidiano das pessoas. Muitas delas contam com mensagens sobre o consumo ou a intenção de compra, representando o interesse de uma empresa em chegar aos potenciais consumidores. Para ter esse tipo de relacionamento, as marcas precisam contar com o direcionamento e apoio de especialistas que trilham o caminho até chegar ao público. Nesta edição do prêmio Marcas Que Eu Gosto, duas agências, Aporte Comunicação e Ampla Comunicação, que desenvolvem os trabalhos estratégicos, se consagraram como as principais vencedoras do ano, alcançando o maior número de clientes premiados.

Buscando sempre estar junto dos clientes, a Aporte Comunicação foi a empresa que contou com o maior número de categorias com marcas vencedoras. No total, foram sete categorias que ocuparam a primeira colocação, sendo as marcas Palmeiron (em goiabada, extrato de tomate e molho de tomate), Boris Berenstein, Bem-te-vi (em sabão em pó e sabão em barra) e Grau Técnico.

Segundo o CEO da Aporte Comunicação, Angelo Mello, o trabalho de uma agência é importante para que as marcas cheguem além das vendas. “É comum pessoas acharem que a finalidade mais importante é a venda. Esquecem, no entanto, que é investindo na marca que se conquista a fidelidade, o respeito e, até mesmo, o amor do consumidor. Considero que a missão mais nobre de uma agência é trabalhar para construir esse sentimento, sem esquecer a venda, é claro”, contou.

Angelo destaca ainda que as empresas devem observar a tecnologia como uma aliada para entender o desejo do público consumidor. “Com os avanços da tecnologia, a comunicação digital deu voz às pessoas que podem expressar o seu sentimento em relação a tudo, inclusive a sua experiência com as marcas. Hoje, muito além da qualidade, as marcas têm que assumir posições, encampar tendências, ter discurso e se comunicar com uma linguagem adequada a seu público”, destacou o CEO da Aporte.

Já o trabalho desenvolvido pela Ampla Comunicação resultou em quatro empresas em destaque no primeiro lugar de cinco categorias. Entre as empresas estão: Pitú, Shopping Recife, Baterias Moura, Ferreira Costa e Colégio Damas, se sagraram vencedoras. 

“O Marcas Que Eu Gosto é o reconhecimento do trabalho onde as pessoas dizem que marcas e produtos preferem, é um reconhecimento e estímulo para continuar melhorando e dar sequência ao trabalho”, disse o copresidente e diretor de Criação da Ampla, Manuel Cavalcanti.

De acordo com ele, para que um trabalho tenha êxito, é preciso um bom planejamento das ações. “A presença da marca precisa acontecer onde as pessoas estão. Hoje em dia, as mudanças são maiores e mais rápidas. É preciso estar atento às novas plataformas, linguagens, para fazer uma comunicação adequada para cada meio, sendo importante para a vida das pessoas”, afirmou.

Manuel Cavalcanti copresidente e diretor de Criação da Ampla Manuel Cavalcanti copresidente e diretor de Criação da Ampla | Foto: Chico Barros/Divulgação
Newsletter