Alimentos

Tambaú: uma gigante do Nordeste

Sempre presente na mesa dos nordestinos, a empresa expressa as suas origens através dos seus produtos e do relacionamento com o consumidor

"Somos daqui, temos orgulho disso, valorizamos a nossa cultura e o nosso povo. A gente procura ter um olhar diferenciado para o consumidor nordestino", afirma Hugo Gonçalves de Souza, presidente da Tambaú Alimentos"Somos daqui, temos orgulho disso, valorizamos a nossa cultura e o nosso povo. A gente procura ter um olhar diferenciado para o consumidor nordestino", afirma Hugo Gonçalves de Souza, presidente da Tambaú Alimentos - Foto: Melissa Fernandes/ Folha de Pernambuco

Sempre presente na mesa dos nordestinos, a Tambaú expressa as suas origens através dos seus produtos e do relacionamento com o consumidor. Fundada há 60 anos, em pleno Sertão pernambucano, a empresa venceu nas categorias Goiabada e Ketchup, além de ter ficado entre os destaques nas categorias Extrato de Tomate e Molho de Tomate.

Na disputa com empresas de outras partes do Brasil e multinacionais pelo público nordestino, a Tambaú usa a seu favor a sua forte identidade local.

“A Tambaú sempre teve esse compromisso com o Nordeste, que para a gente é algo prazeroso. Somos daqui, temos orgulho disso, valorizamos a nossa cultura e o nosso povo. A gente procura ter um olhar diferenciado para o consumidor nordestino”, realça o presidente da Tambaú Alimentos, Hugo Gonçalves de Souza.

Um exemplo dessa ligação identitária com o consumidor está no nome dado ao produto campeão de venda da marca. O ketchup “100 % Nordestino” foi batizado assim porque foi desenvolvido tentando atender ao paladar do público da região.

“Sabemos que no Nordeste, por conta da produção de açúcar desde o período colonial, existe um consumo grande de doces. Percebemos que tínhamos que fazer um produto que tivesse uma acidez maior e, ao mesmo tempo, fosse mais adocicado. Isso deu muito certo. Tanto é que numa pesquisa recente, pelo oitavo ano consecutivo, o nosso ketchup foi apontado como o mais vendido na região”, informa.

A identificação do público com a marca, para Hugo, também nasce das causas assumidas como bandeiras pela empresa. No que diz respeito à preocupação com o meio ambiente, a Tambaú busca ao máximo o reaproveitamento de tudo o que é utilizado na sua fábrica. O material orgânico, como cascas de frutas, é direcionado à alimentação de animais. Já para papelão, plástico e metais, a empresa possui uma usina de reciclagem, onde tudo isso é separado, prensado e, posteriormente, vendido para empresas que utilizam esse material.

Responsabilidade social é outro valor defendido pela Tambaú, que direciona o seu olhar para as problemáticas da comunidade onde a empresa está localizada. “A nossa empresa está inserida na região do semiárido, que enfrenta muitos problemas com a estiagem. Sempre promovemos campanhas com orientações sobre o uso adequado e racional da água. Além disso, apoiamos financeiramente ações realizadas pelas prefeituras e outras instituições com foco nas áreas de educação, esportes e recreação”, conta.

Durante a pandemia de Covid-19, a indústria de alimentos como um todo apresentou alta em seu faturamento. No caso da Tambaú, somente em 2020 o crescimento foi de 35%, um patamar que a empresa previa alcançar em três anos. Com a alta demanda, os anos seguintes precisaram ser de foco na produção. Agora, o momento é de pensar em novidades para serem apresentadas ao mercado.

“A Tambaú é uma empresa que tem no seu DNA a inovação. Buscamos sempre nos inteirar das principais tendências e disponibilizar isso para os consumidores. Temos vários projetos, como alguns doces da linha diet, que devem ser lançados até o final deste ano, assim como outros sabores de ketchup diferentes. Também pretendemos relançar a nossa maionese e, para isso, faremos investimentos de aquisição de equipamentos”, adianta.

Saiba mais
A Tambaú foi criada em 1962, pelas mãos de Gerson Gonçalves, um jovem que tinha como sonho se tornar um industrial. Seu idealizador começou vendendo pirulitos, produto que deu lugar à fabricação de doces tropicais. Com o passar do tempo, expandiu suas atividades para a produção de atomatados, incluindo extrato, molhos e ketchup. Hoje em dia, a empresa é administrada pela segunda geração da mesma família e, em seu catálogo de produtos, há também condimentos, derivados de coco, outros tipos de molhos e azeitonas.

Veja também

Marcas Que eu Gosto 2023: Leia a revista digital

Marcas Que eu Gosto 2023: Leia a revista digital