Limpeza

Usina Petribu: qualidade e responsabilidade são a alma do negócio

Considerada a usina de cana-de-açúcar mais antiga em operação contínua do mundo, a Usina Petribu S.A. teve sua história iniciada em 1729

"Ser sustentável faz parte da Petribu. O compromisso com o equilíbrio socioambiental durante a produção da cana-açúcar e de seus produtos é uma constante no nosso trabalho", pontua Daniela Petribú Oriá, presidente da Usina Petribu"Ser sustentável faz parte da Petribu. O compromisso com o equilíbrio socioambiental durante a produção da cana-açúcar e de seus produtos é uma constante no nosso trabalho", pontua Daniela Petribú Oriá, presidente da Usina Petribu - Foto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco

Considerada a usina de cana-de-açúcar mais antiga em operação contínua do mundo, a Usina Petribu S.A. teve sua história iniciada em 1729. Com tradição, inovação e responsabilidade socioambiental, a empresa segue, ao longo dos séculos, oferecendo qualidade em toda a sua produção.

No coração e na mente dos pernambucanos, a empresa sempre desponta entre as mais lembradas nas categorias de açúcar cristal e álcool, sendo este do segmento Produtos de Limpeza Doméstica, além de produzir etanol, que é um combustível renovável, outros álcoois de função saneante, gás carbônico liquefeito e energia elétrica.

Esse desempenho está associado à matéria-prima utilizada, cuidados com o solo, gestão do fluxo operacional agrícola, respeito aos padrões de qualidade, pois, por exemplo, uma cana bem cuidada apresenta alto teor de açúcar e resulta em rendimentos muito maiores.

As atividades são acompanhadas por um setor de controle de qualidade, além de gestores e técnicos que garantam as análises diárias a partir de amostras, sejam de álcool ou açúcar. “Temos como valor essa responsabilidade com o processo”, destaca a presidente da Usina Petribu, Daniela Petribú Oriá.

Destaque na categoria Álcool, empresa segue um sistemático padrão de qualidade. Foto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco

No âmbito social, a Usina Petribu possui a Escola Josepha de Petribu, fundada em 1909 com o intuito de promover educação de qualidade para os filhos dos trabalhadores da indústria e do campo, oferecendo alimentação, assistência médica e odontológica, fardamento, livros, aulas de música, informática, educação física e práticas agrícolas para as crianças, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I, que corresponde às séries do 1° ao 5° ano.

Atualmente 150 crianças integram o projeto, uma evidência de um social forte na cultura corporativa. Além disso, a empresa realiza ações com campanhas educativas e iniciativas junto a todos os seus trabalhadores, a sociedade local e entidades socioambientais.

A empresa disponibiliza em sua infraestrutura um espaço-clube, onde oferece aos funcionários: piscina semiolímpica para natação, professores de ginástica para as funcionárias, pois entende que cuidar de pessoas e o seu bem-estar é um diferencial. “Precisamos sempre pensar na comunidade”, comenta Daniela.

Uma iniciativa nesse sentido é o projeto Petribu Running, que atualmente patrocina seis atletas de elite nas corridas de rua e oferece a estrutura necessária para o condicionamento físico, como: fisioterapeuta, nutricionista, suplementos e uma bolsa-auxílio.

“A Usina Petribu já ganhou vários pódios, várias corridas têm pódio da Petribu, somos bem conhecidos nesse meio”, detalha Daniela.

No mês de novembro de 2023, a empresa realizará a corrida Petribu Running Sunset Ano 4, saindo do Shopping Carpina. No percurso da corrida, os participantes passam pelo cenário dos canaviais. Além das questões sociais, a usina também realiza ações voltadas a aspectos ambientais e gestão da qualidade.

“Ser sustentável faz parte da Petribu. O compromisso com o equilíbrio socioambiental durante a produção da cana-açúcar e de seus produtos é uma constante no nosso trabalho. A empresa preserva as suas reservas naturais com vigilância constante, mantida por uma equipe especializada, com monitoramento, além do cumprimento de requisitos de boas práticas ambientais estabelecidos por órgãos governamentais e certificações específicas, isso já está no nosso DNA”, pontua a presidente.

Para 2023, a Usina Petribu estará presente nos mercados externo, interno (industrial e varejo). A empresa oferece diversos açúcares aos consumidores, dos quais: refinado, cristal, demerara, glacê e mascavo, inclusive os açúcares demerara e cristal também são vendidos em sachês de 5 gramas. No quesito “álcool etílico”, a empresa comercializa etanol combustível e, no varejo, os álcoois líquidos a 70° INPM e 46° INPM, álcoois géis a 70°INPM (saneante) e 80 °INPM (gel acendedor), para aplicações domésticas e para hospitais, com uma fórmula diferenciada.

Uma empresa tradicional, séria, ética e que cuida dos funcionários. Assim, Daniela define a Usina Petribu. “Todo mundo que está aqui é comprometido. Temos funcionários que foram alunos da escola da usina, passando por avô, filho e, agora, seus netos”, afirma.

Saiba mais
Em 1729, a história da Usina Petribu começou. Nascido às margens do rio Capibaribe, pelas mãos de Cristóvão Cavalcanti de Albuquerque, surgiu o Engenho Petribu. Em 1909, foi modernizada, com o início da primeira safra com produção direta de açúcar. Atualmente, a Usina Petribu é a usina de cana-de-açúcar mais antiga em operação contínua no mundo.

A Usina Petribu está sob a presidência executiva de Daniela Petribú, primeira mulher a comandar a empresa. A empresa é familiar e a gestão está na oitava geração.

Veja também

Marcas Que eu Gosto 2023: Leia a revista digital

Marcas Que eu Gosto 2023: Leia a revista digital