Telemedicina

Uso de tecnologia nos serviços de saúde é 'caminho sem volta'

Sem as ferramentas virtuais, sociedade não teria resistido à Covid-19 da forma que se mantém. Hapvida é exemplo de organização que aposta no digital.

Hapvida usa tecnologia para facilitar processos e agilizar atendimentosHapvida usa tecnologia para facilitar processos e agilizar atendimentos - Foto: Divulgação

Se, antes da pandemia, alguém ainda tinha dúvidas, hoje ninguém pode dizer que não sabe. O mundo é digital. Irreversivelmente. Sem a comunicação pelas redes sociais e o desenvolvimento das ferramentas virtuais, as sociedades não teriam resistido à Covid-19 da forma que conseguiram se manter até aqui, e a adaptação às restrições nos períodos de quarentena encontraria muito mais dificuldades.

Um exemplo de organização que tem investido bastante no uso das tecnologias é o Sistema Hapvida, um dos maiores sistemas de saúde suplementar do País com mais de 7,1 milhões de clientes.

"A nossa missão, enquanto área de inovação e tecnologia, é dar mais comodidade e praticidade aos nossos clientes, mantendo a segurança deles. Essa praticidade, por exemplo, está presente na hora de marcar uma consulta pelo aplicativo e se consultar em casa. Entre os principais investimentos, podemos destacar nossos protocolos digitais, com 95% dos nossos atendimentos feitos nesse segmento. Isso dá segurança para pacientes e médicos. Além disso, existem as coletas dos sinais vitais todos registrados em sistema, e alertas de exames alterados", ressalta  o VP de Tecnologia e Inovação do Sistema Hapvida, Kleber Linhares.

Inovação
Logo no início da pandemia, a rede implantou uma modalidade de atendimento remoto com o Portal de Teleconsulta, que os usuários podem acessar para se consultarem com médicos de mais de especialidades, como pneumologia, pediatria, neurologia e infectologia, além de clínica médica e tratamentos para sintomas de síndromes gripais, incluindo a Covid-19. Desde o lançamento do serviço, mais de 900 mil consultas foram realizadas.

“Os serviços de telemedicina do Hapvida possibilitam ao paciente ter acesso a um atendimento de qualidade de forma menos burocrática e mais fácil, cômoda, rápida e segura. Recebemos feedbacks positivos por isso, pois, muitas vezes, as pessoas não conseguem ir aos consultórios médicos no expediente convencional”, avalia o diretor médico de Digital Health, José Luciano Monteiro Cunha. A funcionalidade está disponível no site do programa.

“O prontuário eletrônico é uma das ferramentas usadas por nós, em que os médicos conseguem acompanhar, em todo o Brasil, os atendimentos dos pacientes, como exames, laudos. Isso traz mais segurança tanto para os clientes quanto para os médicos, além de termos uma visão completa de todos os atendimentos e prontuários dos clientes”, afirma a diretora de Atendimento, SAC e experiência do cliente do Sistema Hapvida, Rejane Abreu. O serviço é realizado por meio de canais como site, totens, aplicativo, central de atendimento, além do atendimento presencial. A empresa conta, ainda, com o "Atendimento 5 Estrelas”, pesquisa para avaliar os atendimentos realizados.

Todo esse trabalho com as facilidades que a tecnologia digital oferece também é reflexo da busca pela integração com o setor tecnológico. No meio da crise sanitária, entre 2020 e 2021, o Sistema abriu uma seleção para que startups pudessem contribuir na área de inovação da companhia. Foram escolhidas cinco empresas brasileiras, sendo três de São Paulo, uma de Belo Horizonte e uma do Recife, para a implantação de projetos de inovação.

Em Pernambuco, os clientes podem entrar em contato com o call center do Hapvida pelo telefone 4002.2870.